Taxas e máquinas de cartão: tudo o que você precisa saber

Taxas e máquinas de cartão: tudo o que você precisa saber

O cartão ganhou espaço na carteira da maioria dos clientes, que preferem utilizar essa forma de pagamento em suas compras. Mas para o empresário, isso pode significar taxas extras, dúvidas e a dificuldade para escolher se vai vender pelo cartão ou não.

Por isso, preparamos este artigo para te ajudar a analisar os principais aspectos envolvidos nas vendas no cartão de débito ou no crédito. Você vai conhecer as taxas que podem existir, a máquina de cartão que você pode escolher, e outros benefícios de aceitar pagamento via cartão.

Vantagens e desvantagens em aceitar os cartões

A maioria das empresas já aceita os cartões de crédito e débito como forma de pagamento. Mas se você ainda está na dúvida, listamos abaixo alguns benefícios e algumas desvantagens em aceitar os cartões nas suas vendas:

Benefícios

  • Utilizando o cartão de crédito para parcelar vendas, é a operadora de cartão que assume a responsabilidade em casos de inadimplência dos clientes;
  • Crescimento nas vendas, aproveitando a empolgação de muitos clientes para finalizar a venda;
  • A diversificação nas formas de pagamento oferecidas pela empresa também ajuda a impulsionar suas vendas;
  • Mobilidade no pagamento, principalmente para empresas que entregam na casa do cliente;
  • Fim dos problemas com o troco, necessário nas vendas em dinheiro;
  • Melhora na competitividade, ganhando clientes das empresas que não trabalham com pagamentos via cartão;
  • Redução de erros e mais praticidade para controlar o caixa.

Desvantagens

  • Custo para aquisição e/ou manutenção da máquina, que falaremos a seguir;
  • Necessidade de aumentar o capital de giro, pois o valor pode demorar alguns dias para entrar na conta da empresa;
  • Você pode antecipar pagamentos, mas isso significa que terá mais taxas para pagar;
  • Os custos envolvidos na transação não podem ser repassados ao cliente;
  • Possibilidade de aceitar cartões fraudados, que terão suas transações canceladas posteriormente.

Taxas para vendas no cartão

Se você tomou a decisão de aceitar os cartões de crédito e débito, é preciso considerar os custos que isso representa. Vamos começar explicando um pouco as taxas envolvidas nestas transações.

Você deve começar analisando o perfil e o comportamento dos seus clientes para verificar se vai aceitar apenas crédito, apenas débito ou ambos. Com base nisso você decide qual máquina vai adquirir, e de qual operadora (saiba o que é uma operadora aqui). As taxas variam conforme a administradora do cartão, mas normalmente envolvem os seguintes gastos:

Taxa no cartão de débito

As vendas em débito são aquelas recebidas pela empresa no primeiro dia útil após a transação, caracterizando o “cartão a vista”. Conforme o modelo da máquina você poderá pagar taxas entre 2% e 3% por transação.

Taxa no cartão de crédito

Essa modalidade envolve dois tipos de taxas. Quando a venda for realizada no crédito à vista, a porcentagem da taxa varia entre 2,5% e 4% por transação. No entanto, quando a compra é parcelada em 2 ou mais vezes, a empresa paga uma taxa pela transação e outra por cada mensalidade, sendo que os percentuais podem variar entre 3% e 12%.

Preparamos uma planilha Excel que vai lhe ajudar a controlar as vendas realizadas nos cartões de crédito e débito, e as taxas pagas pela empresa em cada transação. Você pode baixar a planilha gratuitamente abaixo:

 

BAIXAR A PLANILHA GRATUITA

 

Máquinas que você pode escolher

O mercado conta com diferentes máquinas para realizar as vendas no cartão, que aceitam diferentes bandeiras e são de diferentes credenciadoras. Ao analisar os modelos, você encontrará os três principais, que são:

  • Modelo convencional, onde a máquina é ligada às redes telefônica e elétrica;
  • Modelo sem fio, que se conecta com a rede Wi-Fi;
  • Modelo com leitor de celular, com funcionamento semelhante a um aplicativo utilizado por meio de Bluetooth.

Para escolher o modelo que você vai utilizar, deve analisar diferentes aspectos. Por exemplo, se você atende somente em um endereço fixo, as bandeiras que serão aceitas e suas taxas, e qual será o melhor custo-benefício para o seu negócio.

Comprar ou alugar o equipamento?

Conforme o modelo da máquina, as taxas para aquisição e manutenção podem ser diferentes. Por exemplo, alguns modelos são podem ser alugados enquanto outros só podem ser comprados.

O ideal é que você analise o melhor custo-benefício para a sua empresa. Por exemplo, comprar uma máquina e depois só pagar pelas taxas conforme as transações pode sair mais caro do que os gastos com energia e manutenção recorrente de uma máquina alugada. Veja o que fica melhor para a sua estrutura e seu perfil de cliente.

Concluindo

Muitos empresários vêem a opção pelos cartões de débito e crédito como custos extras para a empresa. Porém, para muitos clientes, está a melhor opção para pagar suas compras. Por isso, esperamos que este artigo tenha lhe ajudado a esclarecer algumas duvidas sobre esta forma de pagamento, para que você possa escolher uma opção que transforme seu investimento em grandes resultados no curto e longo prazo.

Ficou com alguma dúvida sobre as taxas ou máquinas de cartões? Comente abaixo para que possamos sanar suas dúvidas!

Artigos Relacionados