31 de maio de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Toda empresa precisa controlar bem seu fluxo de caixa, para evitar um desequilíbrio financeiro nas suas contas. Quando isso acontece, as operações da empresa são muito prejudicadas.

Preparamos este artigo para que você conheça as principais causas do desequilíbrio financeiro. Desta forma, fica mais simples identificar qual delas tem prejudicado sua empresa e mudar esse cenário.

Confira alguns dos problemas financeiros mais comuns dentro das empresas, que contribuem muito para o desequilíbrio financeiro.

A operação não é lucrativa

Muitos gestores são teimosos, e insistem em manter operações que não trazem lucros para empresas. Embora muitos acreditem que possam reverter esse quadro, ele representa um desequilibro cada vez maior nas contas.

Por isso, assim que identificar uma operação negativa na empresa, acabe com ela. Manter esta operação ativa compromete seriamente a saúde financeira do negócio, podendo abalar também a imagem da empresa no mercado.

Compras incompatíveis com vendas

Controlar bem o estoque pode lhe ajudar a evitar problemas nas contas. Isso significa que você deve realizar compras inteligentes, conforme as necessidades de vendas da empresa.

Por isso, evite comprar muitos produtos que saem pouco, assim como não podem faltar os produtos mais vendidos. Esse cuidado básico evita que você tenha grandes despesas com compras, e não perca nenhuma oportunidade de venda.

Altos custos com administração

Embora este item seja facilmente identificado, ele é o mais difícil de ser mudado. O gestor deve ter consciência que suas retiradas impactam diretamente nos resultados financeiros. Por isso, se o momento do fluxo de caixa for ruim, as retiradas devem ser menores.

Diferença entre o prazo médio de recebimento e de pagamento

Nem sempre é possível pagar todas as compras com o valor que está entrando das vendas. Quando isso não é possível e existe uma grande diferença entre receber e pagar, os impactos negativos nas contas são praticamente imediatos.

Diminuição das vendas

Sempre que ocorrer uma queda repentina nas vendas, o volume de dinheiro que entra na sua conta também cai, quase automaticamente. Por isso fique atento a sazonalidade e as crises enfrentadas na sua região e no mercado, e aproveite todas as oportunidades que aparecerem.

Descontos ou Concessões

Fique bem atento aos descontos e concessões realizados indevidamente, pois eles nem sempre levam o cliente a ação. Isso não significa que você não possa fazer promoções e dar descontos, mas lembre-se que esse valor sai diretamente da sua margem de lucro, e conseqüentemente do seu caixa.

Custo Financeiro

Observe bem os custos financeiros que sua empresa possui, como por exemplo, juros, taxas bancarias e encargos. Esses valores podem representar uma boa porcentagem de seus custos, e devem ser observados para que você saiba como diminuí-los.

Inadimplência

Esse é um problema de várias empresas, onde existem diversos recebimentos em aberto com os clientes. Isso compromete muito seu caixa, pois a empresa não terá os valores necessários para pagar suas despesas e pode encontrar resultados negativos na operação.

Erro na formação do preço de venda

O preço de venda deve ser formado com base nos seus custos reais com a operação. Por isso, não considere apenas a concorrência ou o preço do fornecedor, mas sim tudo o que você gasta para manter suas atividades.

Desconhecimento

Muitas empresas, principalmente as pequenas, ainda não possuem ferramentas para controlar suas contas. Isso significa que o caixa não é analisado correta e completamente. Este desconhecimento do que entra e do que sai faz com que o gestor tome decisões erradas em seu negócio.

Como resolver

Para resolver seus problemas com o desequilíbrio financeiro, o primeiro passo é encarar a realidade, para então buscar soluções. Por isso, se você identificou algum dos problemas acima em sua empresa, veja o que você pode fazer para melhorar suas contas:

  • Melhorar e definir novos paramentos para análise de crédito;
  • Acompanhar e classificar todas as despesas e custos;
  • Controlar o giro do estoque;
  • Reduzir prazos para recebimento das vendas;
  • Melhorar a negociação com fornecedores;
  • Vender ativo imobilizado inutilizado;
  • Refinanciar dívidas e empréstimos;
  • Utilizar ferramentas para controle financeiro.

Concluindo

Conhecer a realidade financeira da sua empresa é o primeiro passo para garantir o equilíbrio das suas contas. Por isso, fique atento a todos os detalhes para manter resultados sempre positivos.

Como você acompanha suas contas? Compartilhe suas dicas e experiências conosco através dos comentários!

Show Full Content
Anterior Qual a melhor forma de controlar pagamentos a prazo
Próximo Demonstrativo do Fluxo de Caixa: planilha para download

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

O que é Gestão de Serviços?

30 de janeiro de 2019
Fechar