9 de agosto de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Estamos há semanas em processo de isolamento social em todas as regiões do Brasil. As notícias por todos lados são sobre um mesmo tema: COVID-19.

Combater a pandemia é um compromisso de todos. Paralelamente, muito se discute sobre este novo cenário que vem se configurando no que diz respeito às relações de consumo.

E nada melhor para pensar nas relações de consumo, que analisar as estratégias de venda em um período festivo, como é o caso desta semana, em que estamos às vésperas da Páscoa.

Nesse sentido, a Semana Santa e a Páscoa de 2020, que tinham a promessa de serem prósperas e de alta lucratividade, estão sendo bastante impactadas por esse momento de crise na saúde e na economia, sobretudo para os micro e pequenos empreendedores.

Mas se acaso você trabalha com a produção artesanal ou venda de produtos alimentícios como ovos de páscoa e outras opções de presentes para esta data, nós compartilhamos aqui, algumas alternativas rentáveis e possíveis para movimentar o seu caixa, mesmo em tempos de Coronavírus.

Confira!

1- Comunique-se e seja visto

Vendas online! Agora, um assunto que não para de pipocar por todos os lados são as vendas online. Porém, e se você não está muito familiarizado com essa opção? Ainda não tem uma loja virtual e acha que o seu negócio ou o seu público não está pronto para isso, mas quer vender mesmo à distância? Que tal transformar as redes sociais da sua empresa em algo realmente rentável?

Facebook e Instagram podem sim ser utilizados como ponto de venda!

Inegavelmente, com a população em casa, o tempo em que as pessoas estão navegando nas redes sociais aumentou consideravelmente. Por isso, saiba utilizar as suas redes sociais com uma estratégia de marketing precisa nesta Páscoa. Dedique-se a publicação de fotos dos seus produtos, faça enquetes sobre sabores, faça sorteios, crie promoções.

Enfim, seja visto! Todo mundo sabe que o Instagram é uma rede de apelo visual. Você pode usá-lo como uma vitrine. Então, que tal mexer com os instintos e o estômago dos seus clientes? Por exemplo, se você é um microempreendedor e tem uma pequena loja de doces. Grave vídeos, mostre a sua produção, mostre como recheia ou decora os ovos de páscoa e avise que aceita encomendas!

2 – Adicionais para elevar o Ticket

Anteriormente falamos sobre promoções nas redes sociais. Mas um elemento que muitas vezes é deixado de lado quando se fala em vendas, são os produtos adicionais.

Sabemos o quanto o ticket médio é importante para a saúde financeira de um negócio. E com estratégias de marketing e vendas bem organizadas é possível elevar o seu ticket médio, mesmo em meio à uma pandemia.

Por exemplo, crie promoções com descontos progressivos de acordo com o valor consumido. Crie pequenos descontos de acordo com a compra de outros produtos de menor valor. Nesta Páscoa, ofereça frete grátis!

Em resumo, trabalhar a oferta de adicionais ou melhor, aquela famosa “lembrancinha” pode ser o grande diferencial na hora de salvar as suas vendas. Afinal, nesse cenário de incertezas, é natural que os consumidores estejam mais receosos em gastar. Por isso, ofertar pequenos elementos adicionais, itens de menor valor, pode ser uma estratégia interessante para conquistar seu público e continuar vendendo.

Mas não esqueça de ter um bom planejamento de estoque! Nada de vender produtos que você não tem para entregar.

3- Aposte no Delivery

Essa é uma dica que já caiu no gosto do povo brasileiro. O consumo de produtos por delivery cresceu exponencialmente nos últimos anos. Com a chegada da quarentena, esse tipo de serviço se intensificou e se tornou uma necessidade. Sendo assim, por que não pensar em um Coelhinho Delivery?

Parece bobagem? Mas não é! Grandes redes em todo o país estão trabalhando com pedidos através de aplicativos e entregando aos clientes, no conforto e segurança de suas casas.

Por isso, se você ainda não tem uma forma de gerenciar seus pedidos e entregas e precisa de uma mãozinha, sugerimos que conheça o SIGE Lite. Através do módulo Foods do SIGE Lite, você tem não apenas uma sistema de gestão empresarial com diversos recursos para cadastros de produtos e clientes, financeiro, caixa e estoque, como também um painel de gestão de pedidos e controle de entregas.

É isso mesmo, com uma plataforma que pode ser baixada gratuitamente em seu computador, você pode integrar com Lojas Virtuais (Mercado Livre e B2W), vender pelo iFood e, ainda, controlar todas as suas entregas em um só lugar.

Quer saber como funciona? Clique no botão abaixo e faça o download agora mesmo!

Show Full Content
Anterior Conheça as medidas do Programa Vamos Vencer
Próximo Conheça o recurso de Faturamento em Lote do SIGE Cloud
Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Como um negócio SaaS pode proteger seus dados de um ciberataque

22 de maio de 2017
Fechar