21 de maio de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Desde que a internet surgiu, ela vem ganhando cada vez mais espaço na vida das pessoas e mudando a forma como agimos. Uma destas mudanças é no nosso comportamento de compra, onde as compras através de um e-commerce vem ganhando cada vez mais espaço.

Para que a sua empresa não fique para trás, ela deve manter uma loja virtual ativa. Se você está na dúvida quanto a isso, este artigo é especial para você. Confira o que é um e-commerce e quais são os tipos que existem no mercado. Sabendo como eles funcionam, fica mais simples montar o seu!

O que é e-commerce?

O termo inglês e-commerce, em uma tradução livre, representa comércio eletrônico.

Trata-se de uma modalidade de comércio especifica, onde todas as transações, tanto financeiras quanto fiscais são realizadas, necessariamente, através da internet. Ou seja, para realizar uma compra em um e-commerce, é necessária a utilização de um computador, celular ou outro dispositivo conectado a internet.

Quando as vendas online surgiram, através do e-commerce eram comercializados apenas produtos, normalmente pequenos e de baixo valor. Porém, com o avanço da tecnologia, as vendas online passam a oferecer todos os tipos de produtos, inclusive serviços. Existem, inclusive, empresas que vendem apenas através da internet.

E-commerce: o que é e quais os tipos existentes no mercado

Tipos de e-commerce

É comum que uma empresa faça vendas para diferentes tipos de público, por isso, existem diferentes tipos de e-commerce disponíveis nos ambientes virtuais.

Conheça agora todos os tipos de e-commerce e veja como aproveitá-los como uma oportunidade no seu negócio:

  • Business to Consumer (B2C): este relação comercial online é estabelecida quando a empresa (business) vende diretamente para o cliente final (consumer). Trata-se do tipo de e-commerce mais comum, pois está diretamente ligada ao consumidor.
  • Business to Business (B2B): já neste tipo de e-commerce, acontecem negócios entre empresas. Ou seja, não existe interação com cliente final (pessoa física), apenas entre pessoas jurídicas, normalmente entre fabricantes e lojas. Este tipo de comércio eletrônico representa uma possibilidade de expansão para muitos negócios, mas também exige mais planejamento e infra-estrutura.
  • Consumer to Consumer (C2C): este tipo de e-commerce representa uma negociação entre duas pessoas físicas. Por exemplo, as trocas comerciais que ocorrem no portal do Mercado Livre são um exemplo de venda C2C, pois uma pessoa física anuncia e vende seu produto, que é comprado e pago por outra pessoa física.
  • Business to Employee (B2E): esse comércio eletrônico é um processo de venda onde a empresa vende diretamente para seus funcionários, considerando que os colaboradores tenham uma oportunidade maior de consumir os produtos da própria empresa.
  • Peer to Peer (P2P): este tipo de e-commerce é um modelo onde as pessoas compartilham arquivos digitais, normalmente sem a necessidade de um intermediador. Normalmente, é necessário que as partes envolvidas tenham um software que permita a transferência dos arquivos, e é necessário manter as proteções de direitos autorais, evitando crimes virtuais e pirataria.
  • m-Commerce: esta sigla representa o mobile commerce, um novo modelo de comercialização virtual, onde a transação é originada de um dispositivo móvel (smartphones, tablets, etc). Com o desenvolvimento cada vez crescente de tecnologia para os dispositivos móveis, este formato de venda é uma grande aposta para o futuro.
  • s-Commerce: representando o social commerce, este modelo utiliza a conectividade das redes sociais para atrair e fidelizar os clientes. O principal benefício deste tipo de transação é o relacionamento entre pessoas envolvidas na transação, interagindo através de comentários, avaliações e curtidas.
  • t-Commerce: esta sigla representa o comércio televisivo, uma modalidade que utiliza a TV Digital como meio para realização das vendas aos telespectadores, que compram o produto que está sendo exibido em determinado programa de TV.

Concluindo

Para quem deseja montar sua loja virtual, conhecer os tipos de e-commerce disponíveis no mercado auxilia na tomada de decisão. Além disso, compartilhamos algumas dicas adicionais no artigo “Loja Virtual: como montar a sua e ter sucesso online” que você pode acessar clicando aqui.

Se você já utilizar algum destes tipos de comércio eletrônico ou está escolhendo o seu, compartilhe suas experiências e impressões através dos comentários.

Show Full Content
Anterior Orçamento Mensal: planilha em Excel para download
Próximo ERP para E-commerce: aumentando a produtividade da sua equipe

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

FCI em Excel: modelo da ficha de importação para download

6 de julho de 2017
Fechar