21 de janeiro de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

O planejamento financeiro é essencial para levar seu negócio no caminho do sucesso. Ele envolve o cálculo de custos e despesas, previsão de receitas, além de conhecimento da utilização da verba disponível e dos investimentos que precisam ser feitos.

Quando uma empresa não realiza um bom planejamento financeiro, pode ter problemas com suas contas, como caixa negativo e problemas de má gestão. Para evitar estas situações, um ponto importante das finanças é calcular os custos fixos e variáveis do negócio.

Para ajudar neste processo, preparamos este artigo com dicas sobre os custos envolvidos nas operações da empresa. Você vai entender a diferença entre custos fixos e variáveis e como estes cálculos influenciam no planejamento financeiro.

O que são custos?

Ao analisar o financeiro do seu negocio, você deve considerar como custos todos os gastos relativos à aquisição ou produção dos itens comercializados. Estes custos podem estar direta ou indiretamente ligados aos produtos, desta forma sendo classificados como diretos ou indiretos.

Os custos também podem ser diferenciados entre fixos e variáveis. Vamos acompanhar mais detalhadamente esta diferenciação:

Custos Fixos

São classificados como custos fixos aqueles menos propensos a alterações, ou seja, menos suscetíveis às situações externas. Estes custos são sempre iguais, independente da quantidade de vendas da empresa no mês. Exemplo: aluguel, salários, impostos, limpeza, entre outros.

O cálculo de custos fixos é bastante simples. Você deve controlar mensalmente os gastos com despesas fixas, e assim você terá o total mensal. É provável que este valor se repita mensalmente sem alterações. Esta some lhe mostrará quanto você precisa, em média, para manter seu negócio funcionando.

Custos Variáveis

Já os custos variáveis são aqueles que sofrem alterações em cada mês, normalmente variando conforme a quantidade de vendas realizadas. Ou seja, a soma destes custos pode ser maior ou menor de um mês para outro. Exemplos de custos variáveis são compra de matéria prima e produtos para revenda, energia elétrica, logísticas e entregas, taxas bancárias, entre outros.

Você pode variar o cálculo dos custos variáveis conforme o período. Ao realizar estes cálculos, lembre-se que você pode fazer uma correspondência com a quantidade de vendas durante o período avaliado. Isso permitirá avaliar se o ritmo da empresa esta estável, em ascensão ou em queda.

Com o cálculo de custos influencia no planejamento financeiro

Cálculo de custos no planejamento financeiro

A analise de custos, tanto fixos quanto variáveis, é essencial para o planejamento financeiro do seu negócio. Estes números podem lhe ajudar a tomar decisões, para a realização ou não de promoções, o melhor preço de venda para seus produtos, onde é possível cortar gastos, entre outros.

Apenas saber se você está tendo lucro ou prejuízo não é suficiente. É preciso ter clareza para acompanhar o andamento das contas da empresa, e identificar facilmente de onde vem e para onde vai o seu dinheiro.

Concluindo

Ao realizar o planejamento financeiro, o gestor deve considera diversas informações sobre as contas da empresa. Realizar o cálculo de custos é uma destas informações, que quando analisada de forma eficiente, irá ajudar a melhorar seus resultados.

Antes de tomar decisões, você deve realizar o calculo de custos e montar seu planejamento financeiro. Se você ainda tem alguma dúvida neste processo, comente abaixo para que possamos ajudá-lo!

Show Full Content
Anterior Entenda os principais conceitos do controle financeiro
Próximo Orçamento Mensal: planilha em Excel para download

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Folha de Pagamento: conheça os erros mais comuns e como evitá-los

30 de março de 2015
Fechar