20 de outubro de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Abrir um negócio e tornar-se um empreendedor de sucesso é o desejo da maioria das pessoas. Mas esse sonho não depende só de vontade, sempre há algum investimento envolvido, que pode ser menor ou maior de acordo com o tipo de empresa em que você decide apostar. Além disso, a burocracia é um dos impeditivos ao longo dos anos tem tornado difícil e demorado o processo de abertura de uma empresa.

Se acaso você faz parte dos milhares de brasileiros que querem abrir um negócio e têm pouco dinheiro, saiba que isso não é empecilho para realizar seu sonho! De acordo com o ministério da economia, estão sendo aplicadas diversas melhorias a fim de descomplicar esse processo e criar meios para que mesmo os empreendedores que tem pouco capital, possam apostar no mundo comercial.

No artigo de hoje, além de apresentar todas as mudanças que garantem mais agilidade aos empreendedores, nós elencamos 5 boas opções de empresas para você tirar o plano do papel e começar a realizar, ainda em 2020. Confira!

Redução no tempo de abertura de uma empresa

Sancionada em setembro de 2019, a Lei da Liberdade Econômica implementou medidas com foco no livre mercado e na desburocratização do empreendedorismo no Brasil.

Dentre as ações propostas nesse dispositivo, temos:

  • facilidade para conquistar alvarás e licenças;
  • extinção do e-Social;
  • criação da carteira de trabalho eletrônica;
  • separação dos bens da empresa e dos sócios em caso de falência.

Este mês, após um ano da lei em vigor, o Boletim do Mapa de Empresas – 2º Quadrimestre, que fora divulgado em 17 de setembro de 2020, pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, demonstra que atualmente empreendedores conseguem abrir um negócio no Brasil em menos de 3 dias.

Um dos efeitos dessa simplificação é o crescimento exponencial no número de empresas ativas. Somente entre os meses de maio e agosto, o mercado brasileiro chegou a 19,28 milhões de micro e pequenas empresas. Por certo, a meta definida pelo governo federal entre 2020-2022 é automatizar a abertura de negócios, para reduzir o prazo a apenas 1 dia.

O Plano de Negócio

Antes de mais nada, é preciso ter clareza de que para abrir um negócio, sobretudo com pouco investimento, é preciso planejar. Assim, entra em cena o chamado Plano de Negócio. Ele nada mais é que um projeto que relaciona todas as medidas a serem tomadas para a abertura de uma empresa, considerando prazos e custos, de modo a criar um panorama que permita visão ampla do que você precisará investir para iniciar suas atividades. Exemplo desses investimentos são: impostos, estratégia de marketing, criação de um domínio (no caso de sites de e-commerce).

Caso você queira compreender melhor em quê está baseado o plano de negócio e como elaborá-lo, recomendamos a leitura do artigo: Plano de Negócio: o que é preciso saber antes de empreender?

5 ideias de negócios para abrir investindo pouco

Há algum tempo, a revista Entrepeneur publicou um interessante artigo (em inglês) com um levantamento de oportunidades para empreender com pouco dinheiro. Nós, da equipe SIGE Lite, selecionamos o Top 5 e compartilhamos agora com você:

1. Produção Própria

Certamente você deve conhecer alguém que produz artesanato, costura ou faz doces caseiros e vende no trabalho, na faculdade ou, até mesmo, na vizinhança. Sem dúvida, essa é uma boa forma de começar a ganhar dinheiro. Desse modo, você não precisa se preocupar com aluguel de uma sala comercial, funcionários ou equipamentos. Além disso, sua carga horária pode ser ajustada de acordo com a demanda de seus produtos.

Uma dica valiosa para colocar suas produções à venda, é através de plataformas online gratuitas. Outra dica é explorar as oportunidades presentes nas redes sociais!

2. Trabalhos de conserto

De maneira idêntica ao tópico anterior, pequenos consertos podem ser realizados no conforto da sua casa. Logo, você não terá muitos custos. Seu investimento inicial será, via de regra, em divulgação e algumas ferramentas. Outra possibilidade, são os serviços a domicílio. Por exemplo, se você tem conhecimentos de elétrica, hidráulica ou marcenaria, pode prestar pequenos reparos nas casas de seus clientes e faturar um bom dinheiro com isso!

Inclusive, há algumas semanas, publicamos um interessante artigo sobre dicas de negócio e mencionamos os serviços de marido de aluguel, como uma boa aposta para empreender.

3. Consultoria

É provável que você já tenha ouvido falar em negócios de consultoria. Esse tipo de empresa tem surgido com cada vez mais força no mercado de serviços. Geralmente, quem opta por esse segmento, são pessoas que já têm vasta experiência em determinada área e decidem prestar um serviço de orientação para outros empreendedores que buscam ajuda para melhorar os resultados de suas empresas. Em resumo, o consultor tem a bagagem necessária, entre acertos e erros, o que lhe permite ter uma visão ampla e mais apurada das necessidades de uma empresa.

Por exemplo, podemos citar os consultores de investimentos, consultores contábeis, consultores de estilo. Ademais, ao trabalhar bem a sua rede de contatos profissionais, sua empresa pode se tornar bastante lucrativa.

4. Revenda

A menos que você tenha um bom espaço e um certo valor para investir, abrir um negócio de revenda não depende de muitas etapas. Você pode seguir por 2 caminhos, ou compra produtos por um preço X e os revende por um preço Y. Ou, então, simplesmente adquire um catálogo de produtos e pode realizar vendas externas.

Exemplo disso são as famosas revendedoras de cosméticos, maquiagens, perfumes, roupas e outros tantos itens.

5. Microempreendedorismo

Por fim, uma alternativa que vem crescendo exponencialmente, são os micronegócios. Nesse sentido, há uma infinidade de opções. Por exemplo, locar quartos da sua casa para viajantes, através de plataformas como AirBnB. Disponibilizar os seus serviços em Apps ou sites que reunem diversos freenlancers, como o Workana e o GetNinjas.

Gostou das nossas sugestões? Agora é arregaçar as mangas e foco total em abrir um negócio de sucesso!

Show Full Content
Anterior Planejamento Financeiro: recursos para o seu faturamento crescer
Próximo Crédito Fiscal: o que é e quais os benefícios para a sua empresa

1 thought on “Abrir uma empresa no Brasil ficou muito mais fácil: saiba como!

Comentários desabilitados.

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Dropshipping: o que é e como ele funciona na prática

30 de agosto de 2018
Fechar