Conteúdos práticos e úteis para simplificar a gestão empresarial.

Geralmente, com a proximidade das festas de final de ano, muitas empresas começam a planejar suas férias coletivas. Neste sentido, é importante lembrar sempre do seu fluxo de caixa e de prepará-lo para este período, evitando problemas nas contas bancárias durante às férias ou no retorno das atividades.

Pensando nisso, preparamos este artigo com dicas que você deve observar no momento de realizar o planejamento financeiro do final de ano da empresa. Desse modo, ao colocar nossas dicas em prática, é possível evitar contratempos e aproveitar as festas com muito mais tranquilidade. Confira!

Fluxo de caixa já programado

Antes de mais nada, é preciso determinar em quais dias ocorrerão às férias coletivas, e consequentemente, o período em que não haverá expediente da equipe financeira.

Atenção! Não esqueça de notificar seus clientes. Um e-mail cordial ou uma ligação são suficiente. Nada pesa mais no fluxo de caixa, que perder clientes por não saber como cuidar dessa relação.

Se acaso você já ter essa primeira etapa organizada, é chegado o momento de analisar quais contas do fluxo de caixa já estão programadas para aqueles dias (os das férias) e verificar como proceder com cada uma. Ou seja, analise quais contas podem ser adiantadas e quais podem ser renegociadas para pagamento após o recesso de final de ano. Afinal, um prazo a mais é sempre bem-vindo!

O importante é ficar atento para não esquecer nenhuma conta ou atrasar o pagamento. Sabemos que os juros e multa cobrados posteriormente podem fazer a diferença no saldo de suas contas. Por isso, fique atento!

Planeje as férias dos colaboradores

A empresa pode parar? Sai todo mundo de um só vez ou serão férias por equipes? Sem dúvida, tudo isso precisa ser levado em consideração!

Caso todos os funcionários da empresa sejam contemplados com férias, o fluxo de caixa da empresa deve ser bem preparado.

De acordo com a legislação trabalhista vigente, o colaborador deve receber o valor das férias até 1 dia antes do início das férias. Ou seja, todos os funcionários receberão no mesmo dia, representando a retirada de uma grande soma das suas contas bancárias.

Por isso, calcule com antecedência o valor que será pago a cada funcionário e faça uma projeção do seu caixa considerando estes valores. Procure evitar o pagamento de outros valores no mesmo dia e adiante todos os recebimentos possíveis.

Para simplificar essa organização, que tal uma planilha gratuita com os campos certos para alinhas essas informações e cálculos? É só clicar no botão aqui embaixo:

Não esqueça o 13º Salário

O mês de Dezembro também é caracterizado pelo pagamento da 2ª parcela do 13º salário, que deve ocorrer até o dia 20 e também deve ser planejado com antecedência.

No mesmo caso das férias, você pode tentar antecipar pagamentos para programar seu caixa ou então realizar o pagamento antes do dia previsto, quando seu caixa estiver mais preparado para a retirada de valor.

Se preferir, você também possui a opção de realizar o pagamento em parcela única, até o dia 30 de Novembro. Para escolher a melhor opção, você deve conhecer bem a realidade do seu caixa.

Negocie com fornecedores

Por certo, outra opção para simplificar o momento de realizar seu planejamento financeiro é negociar as dívidas e parcelas vincendas com os credores.

Sabendo os dias em que a empresa estará em recesso, realize compras já negociando o vencimento das parcelas para um período que não coincida com as férias.

Além disso, evite realizar compras desnecessárias, que representem produtos parados dentro do estoque durante as férias (produto parado é sinal de dinheiro parado). Lembre-se que manter um bom giro de estoque também é essencial para manter suas contas sempre no azul.

Cobre clientes inadimplentes

Assim como a sua empresa realizará o pagamento do 13º Salário aos seus funcionários, seus clientes pessoa física também receberão este benefício em suas respectivas empresas.

Aproveite esta oportunidade para realizar a cobrança dos clientes inadimplentes para a quitação da dívida. Neste processo, é importante oferecer opções de pagamento, como um novo parcelamento ou diminuição dos juros para pagamento total.

É importante estar atento às necessidades e dificuldades de cada cliente, para encontrar uma solução que beneficie ambos e represente mais recebimentos para o seu caixa. Por mais difícil que pareça, muitas vezes é melhor oferecer melhores condições de pagamento, do que ficar mais tempo esperando para receber o valor total.

Qualquer que seja o período do ano, a empresa sempre deve contar com um bom planejamento para evitar contratempos. Com as férias coletivas e o fluxo de caixa deste período não é diferente!

Por isso, analisar cada ponto do seu controle financeiro é essencial para manter as contas organizadas e manter seus resultados sempre no azul. Esperamos que nossas dicas lhe ajudem neste processo!

Show Full Content
Anterior Por que o pequeno negócio precisa de tecnologia?
Próximo Novidades de Dezembro do SIGE Cloud

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Automação de Marketing: modelo de planilha para controle

27 de abril de 2016
Fechar