20 de outubro de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Você já esteve em uma rua movimentada, abarrotada de gente e lojas que compartilham e vendem os mesmos produtos? Como você, neste caso, escolhe onde e qual produto vai comprar? Quantos produtos além daqueles que já estavam na sua lista de compras você acaba levando a mais para casa? Fica ainda mais difícil se o produto está no estoque e não fica exposto na loja.

Neste post, mostrarei algumas dicas importantes sobre gestão de estoque, para que o seu comércio se destaque em meio ao turbilhão de outras opções que estão no mercado!

Porque preciso focar em um segmento de produtos?

Não adianta você ter um mini shopping daqueles que vendem desde sabonetes até Xbox Ones, você precisa ter o seu segmento de produtos.

Fazendo isso, você saberá também quem são seus clientes potenciais e poderá jogar com isso!

Por exemplo, se na sua loja você vende Geleias. Qual o público potencial que compraria minha geleia? Quais os tipos de geleias que posso fazer para atingir diferentes públicos?

Quando você tem um foco, perguntas como estas serão facilmente respondidas e através disto é que surgirão inovações no seu negócio.

Dificilmente você terá sucesso sendo o melhor vendedor de tudo, mas você poderá ter sucesso sendo o melhor vendedor de geleias!

(Claro que isto tem sentido figurado, você será o melhor vendedor daquilo que você focar).

 

Muitas opções não vão fazer você vender mais!

Li a alguns dias em um post do Viver de Blog, sobre erros que podem ser cometidos no design e neste mesmo post havia um estudo de caso que era mais ou menos o seguinte:

Duas mesas com doces para vendas. Uma delas com 24 opções de doces e outra com 6.

O objetivo deste experimento era ver qual das mesas seria a mais “visitada” e qual delas venderia mais.

Resultado do experimento:

A mesa de 24 sabores teve mais visitas, enquanto a mesa de 6 sabores teve mais vendas.

Quando um cliente entra em sua loja, ele quer encontrar aquilo que está procurando!

Uma infinidade de informações e possibilidades vão apenas gerar dúvidas no cliente, enquanto que se o produto certo estiver disposto ali, mais chances terá de ele levar.

Você não precisa ter vários produtos, você precisa ter O PRODUTO!

Como fazer isso?

Você pode começar fazendo testes!

Sim, veja quais os produtos que vendem mais, pesquise também os que você ainda não tem na sua loja mas que estão em alta no mercado.

Organizar o espaço da sua loja também é um ponto de extrema importância a ser relevado. Neste momento é importante pensar em quais produtos você quer destacar, quais os produtos podem gerar uma venda casada, etc. Sempre lembrando que o cliente não quer muita informação (menos é mais sempre).

Perguntar aos seus clientes, escutar o que eles tem a dizer e atender a pedidos sempre é interessante também.

 

Gerir estoque não é apenas saber quantas unidades tem!

Sim, você precisa ter contabilizado tudo o que tem no seu estoque, assim como o que vai ter e o que precisa ter.

Exatamente! Não basta saber apenas que você tem 1000 geleias de morango e 500 geleias de abacate no seu estoque.

O melhor a se fazer, é pensar em quantos dias estes produtos irão acabar. Para saber isso, é necessário fazer um controle de estoque mais aprofundado:

– Contabilizar média de saída de cada produto;

– Estabelecer projeções a longo prazo;

– Padronizar;

– Automatizar.

Você precisa saber o quanto vende, para saber o quanto irá sair e saber o quanto e quando precisa comprar ou produzir.

Não seguir estes passos na gestão do seu estoque, podem ocasionar a perda de vendas, a paralisação da produção e o atraso de entregas.

Por isso, gerir estoque é necessário e importante. É preciso ter organização, foco, metodologia, rigor e confiabilidade nas informações contabilizadas.

 

Como fazer isso?

Você precisa primeiramente ter uma base de dados completa e totalmente de acordo com o seu estoque físico, sem divergências.

Então é importante que se crie o hábito dentro da empresa de lançar as informações sempre que houver alterações no estoque, para que você possa confiar na sua fonte de dados.

Padronizar os nomes, descrições e códigos dos produtos é também uma medida interessante para ter o controle.

Dividir os produtos por grupos, categorias e setores é genial! Assim encontrar o que você precisa é mais tranquilo e rápido.

 

Concluindo

Esperamos que este post tenha lhe esclarecido algumas questões e que através destes esclarecimentos você possa rever a gestão do seu estoque e melhorar o que ainda tem pra melhorar.

Nossos negócios precisam estar sempre em constante movimento e ascensão! Sempre irão surgir novas dores e nós criativamente precisaremos dribla-las para alcançar o sucesso.

Para ler mais alguns artigos sobre gestão de estoque clique aqui.

Se você tiver outras dicas e sugestões para todos os comerciantes, deixe-as nos comentários! Ficaremos extremamente gratos com sua contribuição.

Show Full Content
Anterior Controle de Vendas: modelo de planilha Excel para download
Próximo Qual o momento de aumentar o salário de um funcionário?

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Fechamento de Caixa Diário: planilha Excel para download

9 de fevereiro de 2017
Fechar