Conteúdos práticos e úteis para simplificar a gestão empresarial.

SKU significa Stock Keeping Unit (Unidade de manutenção de estoque), trata-se de um código único, utilizado por cada empresa para melhorar a gestão de estoque, a liberação de mercadorias e as especificações de um produto.

O SKU funciona como um CPF do produto, ou seja, é utilizado para identificá-lo a partir de características como marca, cor, tamanho, modelo e outros detalhes.

Como funciona e qual a sua importância?

O código SKU não possui uma quantidade específica de caracteres a serem utilizados. Além disso, você poderá criar o código como desejar, utilizando apenas letras ou números, combinando os dois, utilizando traços ou não.

Como por exemplo, se você vende um tênis da marca ABC, tamanho 36 e cor preta, o SKU para esse calçado poderá ser TEN36ABC-PRET. Como no exemplo, você poderá criar o SKU de acordo com a ordem e sigla que você achar mais fácil para a organização dos seus produtos.

O objetivo principal é que o código auxilie na busca dos produtos do estoque, em vez de dificultar esse processo. O SKU não precisa de leitor ou código, como ele é criado com base na lógica do comerciante, basta vê-lo e o comerciante saberá a qual produto se refere.

Quais os principais benefícios de trabalhar com os códigos?

Controle de estoque: organizar seus produtos com esses códigos facilita a busca dos mesmos durante a venda. Visto que é muito mais rápido para seu funcionário buscar pelo código do que pelo nome completo do produto. 

Diminuição de erros: o SKU diminui as chances de ocorrerem erros ao realizar processos com grandes quantidades de produtos. Além disso, se você realiza a venda de muitos produtos similares, o SKU auxilia a diferenciar de forma visual o produto.

Agilidade na expedição: o código também auxilia muito no momento da expedição dos seus produtos. Por exemplo, se você realiza vendas de forma online, no momento do envio do produto, é mais fácil a localização do mesmo.

Como criar um SKU?

Não existem regras para criar um SKU para seus produtos, você apenas precisa montar combinações que sejam entendidas por você e seus funcionários. Os códigos também precisam realizar a diferenciação entre produtos com variações.

Por isso, temos algumas dicas que você pode conferir antes de criar seus códigos.

Informações: utilize apenas as informações principais ao criar o código SKU do seu produto, visto que a ideia é fazer você não perder tempo tentando entender cada parte do código. Portanto, crie seu código utilizando os dados essenciais como: tipo de produto, marca, modelo, cor e tamanho.

Caracteres: você pode utilizar qualquer caractere que desejar ao criar seu código. Porém, para deixar mais fácil, recomenda-se que se utilize apenas número, letras e traços ou sublinhados.

Combinações: utilizar um código grande não irá te ajudar na busca do produto, apenas dificultá-la. Por isso, crie códigos curtos, entre 8 a 10 caracteres.

Agora, após entender o que é o SKU e como criá-lo, você já pode montar o seu e melhorar a sua gestão de estoque. Uma outra dica, é manter uma sequência para cada produto, conforme as variações de cor, tamanho, marca, modelo, etc. Assim, você evitará confusão no momento de identificar o produto e manterá um fluxo lógico.

Show Full Content
Anterior Home office: conheças as vantagens e desvantagens para a sua empresa
Próximo Novidades de Março de 2022 do SIGE Cloud
Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Ganhe mais de 50 dias de SIGE Cloud grátis e até 30% de desconto!

10 de julho de 2018
Fechar