2 de junho de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

O Excel, símbolo maior do clã das planilhas eletrônicas, é uma das ferramentas mais clássicas para se organizar e gerenciar dados em geral, principalmente no que se refere a planilhas financeiras. Por mais que esse tipo de planilha eletrônica tenha sido criada para gerenciar planilhas pessoais e nunca com o propósito de se tornar um aplicativo de gerenciamento empresarial, ainda é muito comum, hoje em dia, ver empresas usando esse tipo de recurso para gerenciar suas finanças e organizar outros tipos de dados. Um tanto quanto inapropriado, não é mesmo?

Que tal conhecer alguns dos motivos pelos quais sua companhia deve se livrar dessas confusas planilhas financeiras e adotar um software de gerenciamento financeiro, muito mais organizado e intuitivo? Pois então confira agora mesmo nosso post e livre seu negócio do amadorismo de uma vez por todas:

Perda de informações nas planilhas financeiras

Apesar das planilhas financeiras serem programas muito utilizados para controlar dados e números em geral, eventualmente pode acontecer de, durante as constantes edições e alterações das planilhas, perder-se informações. Aí são criados pequenos erros que, quando somados, podem minar rapidamente todo o controle, acabando com sua confiabilidade.

Falta de segurança para seus dados

Como bem se sabe, computadores podem apresentar diversos problemas, que vão de erros no próprio sistema, passando por inoportunos vírus e chegando às imprevisíveis falhas de energia. Isso, em alguns casos, pode afetar suas planilhas financeiras ou até significar a perda total de seus dados. Aí entram os famosos e requisitados backups, que podem minimizar os danos causados por esse tipo de problema. Mas, mesmo assim, ainda se corre o risco de perder as alterações mais recentemente feitas em sua planilha.

Nesse cenário, uma boa forma de garantir que seus dados financeiros estejam sempre a salvo no caso de algum imprevisto é migrar seu controle para um programa de gerenciamento em nuvem. Assim, mesmo que ocorram falhas de hardware e software no seu computador, seus arquivos estarão totalmente seguros e atualizados no servidor.

Desfavorecimento da interação entre equipes

Fato é que as planilhas eletrônicas simplesmente não possuem um sistema de controle de edições, o que quer dizer que, quando mais de uma pessoa edita o arquivo, fica difícil saber quem alterou que parte. E isso faz com que a organização e o gerenciamento de dados fiquem muito mais confusos e, por vezes, acabem atrasando o trabalho na empresa. Um programa de gerenciamento em nuvem, por sua vez, registra, em tempo real, todas as alterações feitas, fazendo com que fique bem mais fácil alterar e gerenciar quaisquer dados.

Inibição do crescimento da empresa

Planilhas financeiras podem até ser bons quebra-galhos, mas, à medida que a empresa cresce, é preciso evoluir e deixá-las de lado, adotando um sistema mais adequado para a gestão financeira de um negócio em desenvolvimento. Ao evoluir para um software de gerenciamento em nuvem — recurso bem mais funcional e eficiente —, é possível aumentar a eficiência e o ganho de produtividade da sua gestão. Alguma dúvida de que investir em produtividade é uma das melhores coisas que você pode fazer?

Confira também o artigo “Como migrar os dados de uma planilha Excel para um ERPclicando aqui.

E então, pronto para substituir a velha planilha por um moderno sistema de armazenamento em nuvem? Comente aqui e compartilhe conosco suas dúvidas e experiências!

Show Full Content
Anterior Qual a importância do CRM para as vendas da empresa?
Próximo Certificado Digital: qual a diferença entre o tipo A1 e A3?

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Páscoa 2020: como vender em tempos de Coronavírus

8 de abril de 2020
Fechar