9 de agosto de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Sem dúvida, alcançar as melhores posições nos resultados das buscas que os seus clientes fazem é o objetivo de 10 em cada 10 lojas virtuais. Mas por onde começar? Como fazer com que a sua loja ganhe muitos acessos e um público realmente engajado interaja com o seu negócio?

Nessa lógica, o Google, que é o maior canal de buscas do planeta, disponibiliza a plataforma: Google Merchant Center. Ao criar uma conta no Merchant Center, você conecta a sua loja virtual ao Google Ads.

O que isso significa?

Significa que as buscas realizadas por pessoas interessadas no tipo de produto que você anuncia, terão mais chances de chegar até a sua loja virtual. Quem pesquisa no buscador do Google, na aba Shopping ou Compras, encontrará imagens dos seus produtos, descrições e até avaliações. Ao clicar no item em questão, o usuário será direcionado à sua loja virtual.

Assim, para que essa configuração seja bem organizada e estratégica para o crescimento do seu negócio, compartilhamos neste artigo, algumas dicas e esclarecemos as principais dúvidas que você pode ter sobre o assunto!

Fique de olho! 😉

Como funciona o Google Merchant Center?

Antes de mais nada, cabe explicar que o Google Merchant Center funciona como um painel online onde empresas de e-commerce configuram o modo de exibição de seus produtos para alcançar melhores posições nas buscas realizadas por usuários do Google Shopping.

Além disso, a plataforma conecta-se com o Google My Business, permitindo que você acompanhe em tempo real as movimentações de busca. Entendendo como os clientes chegam ao seu negócio e claro, como conquistá-los com melhores anúncios dos seus produtos.

Por que o Google Merchant Center é bom para o meu negócio?

Evidentemente, se você vai se dar ao trabalho que fazer o cadastro da sua empresa em uma plataforma, deve estar se perguntando, que relevância isso tem para o seu negócio e os benefícios que isso pode trazer, ao seu fluxo de caixa.

Dessa forma, registrar-se no Google Merchant Center lhe garante vantagens como a possibilidade de melhorar seu desempenho e visibilidade em pesquisas orgânicas;

Por certo, outro grande benefício é alinhar as informações com todas as plataformas Google: Ads, Analytics e, como mencionamos anteriormente, Shopping. Toda essa conexão possibilita que você ganhe agilidade ao vincular seus produtos a anúncios do Ads e receba ainda mais insights de públicos-alvo para remarketing e para direcionar suas campanhas.

E claro, as avaliações dos seus produtos lhe renderão maior confiabilidade e de acordo com as suas estrelas, melhor será o posicionamento dos seus produtos.

Como fazer o meu registro no Merchant Centrer?

  • Primeiramente, você precisará ter uma conta Google (gmail). Será importante que a conta seja a mesma utilizada no Google Ads e no My Business;
  • A seguir, acesse a página do Merchant Center e em primeiros passos, cadastre-se. Lembre de vincular esse cadastro com o seu Ads.
  • Na sequência, o Google fará uma verificação para identificar se o seu site ou Loja Virtual realmente existe e se você é mesmo o proprietário do site.
  • Será necessário também cadastrar informações de frete. Essa é uma etapa mais burocrática, mas é fundamental preencher esses dados corretamente para avançar no registro. Pois o Google impede que sejam criadas quaisquer campanhas de Shopping, se você não tiver preenchido esses dados;
  • Feito isso, é só incluir seus produtos carregados através de arquivos TXT ou XML;

Por fim, vale destacar que para que a sua loja virtual possa anunciar no Google Shopping, ele necessariamente precisa ter sido configurada no Google Merchant Center. Com isso, todo o seu catálogo de mercadorias poderá ser importada no Shopping e você poderá gerenciar seus anúncios com praticidade e o máximo de otimização.

Gostou dessa dica? Quer saber muito mais sobre marketing e vendas por ecommerce? Siga acompanhando os nossos conteúdos!

Até a próxima! 😉

Show Full Content
Anterior Novidades de Julho do SIGE Cloud
Próximo Reforma Tributária 2020: como isso pode beneficiar a sua empresa?
Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Como a organização do seu estoque reflete nas suas vendas

13 de abril de 2016
Fechar