9 de agosto de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Se acaso você não é um anunciante digital e chegou aqui de para-quedas, a gente precisa lhe dizer que o Google Ads é, apenas, o maior e mais poderoso espaço de marketing digital do mundo.

Sabe quando você digita qualquer coisa no buscador do Google e junto com a sua pesquisa, retornam alguns ou vários anúncios? Esses espaços são patrocinados. Milhões de empresas em todo o planeta investem para ocupar boas colocações nesse ranking de exibição.

Dito isso, vamos à novidade. No final do mês de junho, a própria empresa Google noticiou em seu blog que permitirá listagens de anúncios gratuitos entre os resultados disponíveis na primeira página de sua ferramenta de buscas.

A experiência já está sendo aplicada nos Estados Unidos, nas pesquisas realizadas no Google Shopping, onde anúncios gratuitos estão em exibição, em meio aos patrocinados.

Por certo, essa nova abordagem pode beneficiar milhares de empresas. Mas como isso irá funcionar? Como será esse ranking? Será que a sua empresa pode ganhar com isso?

Essas e muitas outras questões, nós discutiremos a seguir!

Qual a importância dos anúncios patrocinados?

Antes de mais nada, é importante pensar no quanto o marketing digital está presente na rotina de todos nós. Mesmo para quem não tem uma empresa, como consumidores somos diretamente impactados por algum tipo de inteligência de marketing, no celular, no computador, nas redes sociais, por pesquisa, áudio, vídeo, imagens.

Geralmente, algumas empresas com maior poder aquisitivo, investem em anúncios que chegam a um enorme público. Mas sabemos que a quantidade de empresas que oferecem o mesmo produto ou serviço é muito maior. A diferença é que nem todas têm uma equipe de especialistas focada exclusivamente nisso, nem grande potencial de investimento.

Logo, muitos empreendedores acabam deixando de lado o ambiente digital por receio de não saber como manejar essas ferramentas. Em contrapartida, a Google que, não a toa, é a gigante da tecnologia e inovação, caminha em direção a levar até mesmo as pequenas empresas para o mundo online, para espaços de aproximação entre lojas, marcas e público.

Conforme nós mesmos já mencionamos aqui diversas vezes, a chegada da pandemia de COVID-19 acelerou o processo de informatização das empresas, resultando em um boom de lojas online.

Nessa lógica, essa alternativa de anúncios gratuitos chega como uma via de mão-dupla, para auxilar as pessoas a encontrar as melhores opções disponíveis no mercado, bem como promover pequenas empresas para estabelecerem conexões online com novos clientes.

Como funcionam as listagens gratuitas?

Atualmente, as opções de compra listadas no Google Shopping são exclusivamente compostas por links patrocinados. Agora, as novas listagens passam a ser gratuitas. Esse processo iniciando nos EUA, está sendo aplicado primeiro no celular, depois no computador. As suas ofertas de produtos poderão ser qualificadas para exibição em listagens não pagas no Google Surface, como a guia Google Shopping, a Pesquisa Google, as Imagens do Google, o Google Maps e o Google Lens.

Para ter direito a participar dessas listagens, é necessário que o seu negócio cumpra uma série de pré-requisitos de dados. Por exemplo, as listagens aprimoradas na guia Google Shopping exigem mais dados do produto e o cumprimento de políticas específicas.

Se você já usa os anúncios do Merchant Center e do Shopping , pode já estar qualificado para mostrar seus produtos nessas experiências.

De acordo com o passo a passo disponível na central de ajuda da plataforma, para participar, selecione “Crescimento” e, em seguida, “Gerenciar programas” no menu de navegação esquerdo e selecione o cartão do programa “Google Surfaces”. Você também pode adicionar produtos ao seu feed de produtos, para tornar ainda mais itens detectáveis ​​nessas listagens gratuitas.

Primeiramente, essa nova estratégia trará os resultados de busca em um painel de mostrando as opções de compra para o item pesquisado (hierarquizando os anúncios que melhor se encaixam nos critérios de busca do usuário). Lembrando, que esse programa ainda está em fase de teste!

Segundo as primeiras divulgações, essa mudança já está trazendo resultados significativos em termos de envolvimento dos usuários. Esse movimento, representa que a busca está sendo efetiva, expondo uma variedade mais assertiva de opções de compra.

E então, gostou dessa novidade? Você já anuncia no Google Shopping? Então fique atento, que logo mais vêm muitas outras novidades.

Até a próxima!

Show Full Content
Anterior Como aplicar o conceito de Omnichannel em Pequenas Empresas?
Próximo O que é BPO e como aplicar esse conceito na sua empresa?
Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

O que é Gestão de Serviços?

30 de janeiro de 2019
Fechar