Dicas e ações que todo RH deveria fazer na empresa

Dicas e ações que todo RH deveria fazer na empresa

Quer melhorar seu RH mas está sem tempo de ler agora? Não se preocupe, OUÇA nosso artigo!

Cada vez mais os empreendedores estão percebendo o quanto o departamento de Recursos Humanos é essencial para a empresa. Gerenciar bem a equipe tornou-se um fator estratégico para empresas de qualquer ramo e porte, mas manter um setor de RH nem sempre é tão simples.

Principalmente nas pequenas empresas, não é possível manter um departamento de RH ou ter um profissional especialmente dedicado a isso. Mas isso não significa que você deva esquecer a gestão de pessoas! Muito pelo contrario, vamos compartilhar abaixo algumas ações que qualquer empreendedor deveria saber implementar e que vão tornar a gestão da equipe mais simples.

Estruturar o setor de RH

O primeiro passo para ter sucesso com o setor de Recursos Humanos, é fazendo a sua estruturação. Você deve começar pelo diagnostico, para conhecer como a empresa esta lidando com a gestão dos funcionários atualmente. Analise as principais questões, como contratações e demissões, comunicação interna, salários e benefícios, entre outros.

Depois do diagnóstico, faça um mapeamento de todos os processos que estas questões envolvem. Mesmo que você não tenha um setor de RH ainda, você já tem alguns processos (entrevistas, contratações, pagamentos, demissões, etc). Identifique e entenda como esses processos funcionam, pois assim você pode localizar os pontos de melhoria.

Conhecidos os processos atuais, você deve organizar tudo o que diagnosticou e fazer as mudanças necessárias. Redesenhe seus processos conforme as melhorias que você precisa fazer, definindo quais práticas e técnicas vai utilizar. Indicamos começar pelo que é mais importante e vai causar maior impacto, ou por aquilo que é mais essencial diante do cenário da empresa.

Descreva cargos e responsabilidade

Uma vez que seu RH esta estruturado, chegou à hora de começar a desenvolver as ações! Uma delas é descrever todos os cargos, funções e responsabilidade da equipe dentro da empresa.

Essa descrição é essencial para que a equipe tenha uma direção para seguir. Alem disso, a partir disso o colaborador sabe quais são suas atribuições, o que a empresa esta esperando dele e como ele poderá crescer profissionalmente. A descrição de cargos também ajuda a entender quais competências, treinamentos e cursos são importantes em cada função.

Alem disso, conforme essa descrição você pode realizar a avaliação dos funcionários, determinar os salários e benefícios, e determinar quando um funcionário pode ser promovido.

Implantar uma tabela salarial

Toda empresa precisa ter uma organização salarial, embora esse processo não seja simples. Você deve definir qual será o salário de cada funcionário conforme o seu cargo, as funções que executa e as capacidades técnicas que ele precisa ter. Também é importante que você faça uma pesquisa salarial na área de atuação da empresa para ver como o mercado esta atuando.

Depois de todo esse estudo inicial, você pode montar a tabela salarial, com uma política de salários e benefícios bem definida. Também é importante que você descreva as regras e etapas para chegar a cada faixa salarial. Se você está sem idéias para começar, pode iniciar pelo tempo de serviço do funcionário, e depois ir aperfeiçoando conforme a pesquisa que realizar.

Recrutar bons funcionários

Para que você possa ter uma boa equipe, tudo começa na contratação. Bem, na verdade antes disso. Primeiro você deve desenvolver um processo de recrutamento e seleção, que vai desde o anuncio da vaga até a efetivação do funcionário.

Esse processo deve ser rápido e eficaz, e para isso, separamos algumas dicas. Uma das coisas que você deve fazer é organizar um banco de currículos, que pode consultar antes de anunciar uma nova vaga. Depois, deve realizar o anuncio da vaga da forma mais objetiva possível, para não receber currículos de pessoas que não tem o perfil da empresa.

Já na parte da entrevista, é importante que você faça alguns treinamentos da área antes de começar, caso não tenha nenhuma formação em RH. Outras dicas são realizar algumas entrevistas em grupo, para ter uma visão mais global, e também realizar alguns testes básicos para avaliar o candidato. Você também pode pesquisar sobre o funcionário, buscar referencias, e acreditar sempre na sua intuição.

Novo funcionário escolhido, momento de dar feedback tanto para o candidato selecionado quanto para aqueles que não serão admitidos. Depois, tenha um bom processo de admissão e de integração do novo funcionário, para que ele se adapte ao negocio facilmente.

Treinar a equipe

Esqueça aquela visão de que os treinamentos devem ser realizados apenas quando são obrigatórios. Ele é um complemento para desenvolver bem o seu funcionário.

Realmente existem alguns treinamentos que são obrigatórios e portanto, sua equipe precisa fazer. Mas existem outros que ajudam a aperfeiçoar as habilidades técnicas do funcionário, e que vão impactar positivamente no rendimento da equipe. Leia mais aqui.

Acompanhar o clima organizacional

O setor de RH também deve ser responsável por realizar a pesquisa de clima organizacional da empresa. Essa pesquisa é essencial para avaliar a satisfação do funcionário com a empresa. Ou seja, você poderá mapear as percepções da equipe sobre diversos aspectos, como comunicação, salários, liderança, treinamentos, entre outros.

O ideal é que os funcionários possam responder a pesquisa de forma anônima, pois assim se sentem mais a vontade para expor sua opinião. O resultado desta pesquisa é essencial para que a empresa saiba quais pontos ainda precisa melhor para manter sua equipe satisfeita e com um bom rendimento.

Baixe nosso modelo de pesquisa de clima organizacional clicando aqui.

Avaliar o desempenho da equipe

Assim como é importante conhecer a opinião dos funcionários sobre a empresa, também é importante que o funcionário saiba o que a empresa esta achando dele. Por isso, você deve avaliar o desempenho de cada funcionário individualmente, e da equipe como um todo e fornecedor feedbacks.

Portanto, avalie as competências de cada funcionário (leia mais aqui), qual sua melhor qualidade para a empresa e qual ponto ele poderia melhorar. Depois, sente com ele e fale abertamente sobre estas questões. Elogie o que está bom e veja como a empresa pode ajudar a melhorar os itens negativos.

Realizar uma boa comunicação interna

Uma comunicação direta e objetiva com o funcionário sempre é bem vinda. Portanto, você deve, primeiramente, definir um canal que será o contato direto entre RH e funcionário. Este canal deve gerar uma comunicação de duas vias, com a empresa escutando o funcionário e dando seu feedback e vice-versa.

Outro ponto importante é manter uma comunicação calara sobre todos os assuntos importantes da empresa, e que são de interesse da equipe. Por exemplo, avisos sobre mudanças de processos, rotina de trabalho, novos treinamentos, reuniões, etc. Manter o funcionário informado irá evitar contratempos e problemas futuros.

Manter salários e benefícios em dia

O funcionário espera sempre receber seu pagamento, e os benefícios, conforme o combinado e previsto na legislação, e isso é outro ponto que o RH deve observar. Portanto, o assunto folha de pagamento deve ser constante no setor.

Ou seja, sempre que receber (ou calcular) a folha de pagamento, já programe o pagamento. Alem disso, defina com a equipe como será a forma de pagamento, por exemplo, cheque, deposito em conta, ou outro. Lembre-se que você deve pagar sempre até o 5º dia útil de cada mês.

Outro ponto é definir um pacote de benefícios atrativo, e também programar esses pagamentos. Existem alguns benefícios que são obrigatórios (leia aqui) conforme a legislação, e outros que podem ser atrativo a mais para manter os talentos na equipe. Defina quais serão os benefícios, explique a equipe como vai funcionar, e programe os pagamentos conforme o combinado.

Acompanhar os dados do RH

Alem de implantar as ações que já citamos, também é importante que você acompanhe os dados e indicativos do RH. Por exemplo, as contratações e demissões, rotatividade, treinamentos, entre outros. Para ajudar, preparamos uma planilha Excel gratuita, que você pode aproveitar para controlar os dados do RH com eficiência:

 

BAIXAR A PLANILHA GRATUITA

 

Concluindo

O setor de RH ainda precisa ser estruturado em muitas empresas. Se este for o seu caso, esperamos que nosso artigo possa lhe ajudar! O importante mesmo é que você comece a utilizar esta área como um diferencial para manter os grandes talentos na sua empresa.

Ficou com alguma dúvida ou tem outra dica para acrescentar? Comente abaixo e participe da conversa!

Artigos Relacionados