19 de agosto de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Contratar um novo funcionário costuma ser bastante trabalhoso, já que sempre se deve levar muitas variáveis em consideração. Pois para facilitar essa missão, é importante estar bem ciente do que procura em um novo colaborador, quais funções ele exercerá, que tipo de experiência é realmente valiosa para o cargo, quais habilidades são interessantes e assim por diante. E tudo isso ainda levando em conta os planos de crescimento da empresa!

Para uma empresa pequena, que não conta com um departamento de RH para assumir a função, a tarefa pode ser ainda mais desafiadora. Mas você vai ver que, levando alguns pontos básicos em consideração, contratar o candidato que melhor se encaixe em sua equipe se tornará muito mais fácil! Então preste atenção às dicas que separamos:

Faça uma divulgação eficiente

O boca a boca é uma ferramenta super importante, mas, nesse momento, talvez seja melhor contar com uma divulgação em caráter mais oficial. A internet mesma está cheia de sites especializados, que permitem a divulgação de ofertas grátis ou por valores bastante acessíveis. Se você tem uma presença social ativa, também vale fazer posts informando sobre a oportunidade de emprego ou criar anúncios on-line usando o Google, por exemplo.

Evite apressar o processo seletivo

Lembre-se de que esse definitivamente não é o momento para precipitar decisões e contratar um pessoa rapidamente! O processo seletivo deve durar o tempo necessário para que você calibre a performance dos candidatos e sua compatibilidade com a missão, os valores e as metas da empresa. Uma contratação apressada pode acabar se provando equivocada ao promover uma demissão muito mais cedo do que esperado. E todo esse equívoco gera custos extras para a empresa.

Como contratar um novo funcionário para a empresa

Deixe claro o que você procura

Tanto durante a divulgação quanto na fase das entrevistas, deixe bem claro para os interessados o que a empresa está buscando. Delimitar bem o perfil que procura já no início do processo faz com que você receba muito mais currículos de pessoas que realmente se encaixam na vaga, economizando, assim, seu precioso tempo. Para isso, liste todas as funções da vaga, além dos benefícios e da média salarial, incluindo até o que é esperado do novo funcionário. O importante é ter uma certa flexibilidade em seus requisitos no momento de contratar, mas atendo-se a tudo o que for realmente importante para o negócio.

Identifique bons candidatos na entrevista

A entrevista é um momento tenso tanto para o candidato quanto para o recrutador que não está acostumado ao processo. Assim, a melhor maneira de dar seguimento a essa fase é transformá-la em uma conversa, permitindo um tom menos rígido, mas sem se esquecer, claro, do profissionalismo. Para isso, você deve escutar mais do que falar, pois quer aprender o máximo possível sobre a pessoa ali à sua frente, entendendo suas motivações, seus planos e suas ambições. Pergunte sobre suas experiências passadas, trabalhos bem-sucedidos e sobre como lidou com projetos que não deram certo. Nessa hora, evite as perguntas clichês e as famosas pegadinhas, pois elas raramente revelam algo de efetivamente importante sobre o candidato.

Saiba o que levar em conta na hora de contratar

O que deve prevalecer em uma decisão de contratação é a postura do candidato em relação à vaga. Pode ser interessante para sua empresa contratar, por exemplo, em uma pessoa criativa, ambiciosa e trabalhadora, que talvez não tenha tanta experiência no mercado de trabalho. Nessa hora, leve em consideração as atividades extras do candidato, como presença em seminários, cursos preparatórios, intercâmbios e assim por diante.

Veja também o artigo “Entrevista de emprego: perguntas e truques que você pode utilizarclicando aqui.

Seja o mais realista possível

Claro que a empresa merece o melhor candidato possível para a vaga, mas não acredite que o funcionário ideal, milimetricamente ajustado às suas intenções vai simplesmente cair do céu. Infelizmente isso não costuma acontecer. O que você deve entender, desde o início, é que alguns ajustes sempre serão necessários, mas é preciso considerar as novidades que um candidato pode trazer para seu negócio, afinal de contas, uma renovação sempre cai bem, não é mesmo?

Ofereça apoio ao recém-contratado

Estabeleça um período de adaptação para preparar o funcionário para suas novas funções e o aclimatar ao ambiente da empresa. Não cometa o erro de imaginar que, só por causa de sua experiência, o novo funcionário saberá imediatamente como se portar. Ajude-o, explicando as práticas, horários e o apresentando ao resto da equipe. Transmita confiança e deixe seu funcionário mais seguro e empolgado para desempenhar bem suas funções!

Mantenha o novato motivado

Ninguém quer passar por todo um complexo processo de contratação, finalmente contratar uma pessoa considerada como apta, apenas para vê-la deixar a empresa depois de alguns meses, não é verdade? Pois para diminuir o turnover e os gastos da sua empresa com novos processos seletivos e demissões, o segredo é manter seus funcionários motivados. Como uma equipe produtiva precisa de constante estímulo e incentivo para realizar um bom trabalho, promova um ambiente acolhedor e desafiador na empresa, oferecendo a seus colaboradores oportunidades de treinamentos e bônus, por exemplo.

Show Full Content
Anterior Os impactos da inflação nas pequenas e médias empresas
Próximo Por que empreender em um cenário tão conturbado?

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Dropshipping: o que é e como ele funciona na prática

30 de agosto de 2018
Fechar