24 de março de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Muitos empreendedores têm dúvidas se precisam de um contador para abrir sua empresa.

O trabalho de um contador é requerido não somente nesse momento, mas também durante a operação e em um possível encerramento do empreendimento.

Você sabe quais são os benefícios de contratar um contador para acompanhar as obrigações da sua empresa? E quanto custa abrir uma empresa?

No post de hoje, vamos destacar a importância do trabalho do contador e tarefas que só ele pode fazer pela sua empresa. Vamos lá!

Abertura da empresa pelo contador

Os primeiros passos de uma empresa são muito importantes.

O contador deve estar presente no processo de avaliar como será a constituição societária da empresa, no tipo de tributação escolhido e onde estará alocada.

Ele é responsável por organizar a parte contábil e o estatuto social da empresa no momento de sua abertura, além de orientar sobre qual deve ser o formato jurídico que a companhia deve adotar.

Em um ambiente com uma grande predominância de normas, regulamentações e leis específicas a determinados tipos de negócios, o trabalho do contador se torna ainda mais indispensável.

Os principais passos no processo de abertura são:

  1. Definir os dados básicos da empresa
  2. Buscar um local para sediar sua empresa
  3. Confeccionar o contrato social

Nessas etapas, os requisitos variam de acordo com as atividades exercidas pelas empresas. Por isso, a ajuda de um contador é fundamental.

Documentos necessários para registro da empresa

Para funcionar legalmente, você precisará de alguns documentos, como licenças e alvarás municipais e estaduais. Cuidar dessa etapa é vital para viabilizar a abertura do seu empreendimento.

A seguir, reunimos alguns documentos necessários:

Contrato social

O contrato social irá definir quais serão as atividades da empresa, seu funcionamento e as participações de capital e obrigações de cada um dos proprietários que compõem a sociedade.

Registro na junta comercial

Cada estado brasileiro possui uma junta comercial, que nada mais é do que o órgão responsável pelo registro de atividades ligadas a sociedades empresariais.

Após o registro na Junta Comercial, a sua empresa nasce oficialmente. Esse processo deve ser feito antes da aquisição do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas).

Alvará de funcionamento

Este documento é uma autorização da Prefeitura que permite a localização e o funcionamento do seu negócio. Atente-se as condições para obtê-lo, visto que mudam de acordo com o ramo de atividade e município.

Inscrição estadual

A inscrição estadual é o registro do contribuinte no cadastro do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Com ela, você passa a ter o registro formal do seu negócio.

Empresas enquadradas no MEI

Para empresas enquadradas no MEI (Microempreendedor Individual), também é recomendado contratar um contador ou assessoria contábil para resguardar-se de erros de enquadramento, além de entender todas as regras que tangem essa categoria.

De acordo com o Portal do Empreendedor, o MEI deve fazer anualmente a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI), onde precisa informar o valor do faturamento do ano anterior.

Contador: tarefas que só ele pode fazer pela sua empresa

Empresa em operação

Quando sua empresa estiver operando, são necessários trâmites de contabilidade.

São comuns situações em que empreendedores dispensam os serviços do contador por acharem que vão dar conta das obrigações sem a ajuda dele. Porém, algum tempo após dispensá-lo, acabam se esquecendo de pagar impostos importantes e dão conta de que precisam de orientações em processos contábeis.

Durante a operação da empresa, o contador pode contribuir para a gestão do negócio. Veja algumas vantagens de ter um contador:

  • Fornecimento de toda a documentação necessária e das devidas demonstrações para obtenção de empréstimos e financiamentos;
  • Realização de balanços e demonstrações contábeis mensais e anuais sobre a companhia;
  • Orientação sobre as melhores formas de tributação e estudos para uma possível redução do valor dos tributos cabíveis;
  • Realização de controles financeiros, orçamentos e fluxo de caixa;
  • Recebimento de atualizações sobre as legislações vigentes.

Encerramento da empresa

Caso o empreendedor decida encerrar a empresa, o contador informará quais são as etapas, obrigações e prazos necessários para fechá-la.

A seguir, destacamos as principais funções deste profissional nessa etapa:

  • Assegurar possíveis economias para o empresário com aconselhamento de arranjos societários que são permitidos;
  • Definir juntamente com o empreendedor como será o compartilhamento de bens;
  • Oferecer um balanço e declarações fiscais de encerramento das atividades, levantamento de recebíveis e pagamento de credores;
  • Evitar que o dono do negócio tenha problemas com empresas inativas;
  • Auxiliar no processo de dar baixas em órgãos em que a companhia mantém registro.

Agora que você já está ciente de que o conhecimento do contador é necessário para cumprir todas as exigências e os prazos impostos pela legislação brasileira em todos os passos do negócio, veja nosso artigo sobre a a importância dos escritórios de contabilidade para pequenas e médias empresas (PMEs).

Show Full Content
Anterior Escritório de contabilidade: qual sua importância para as PMEs
Próximo Comparativo Tributário: planilha Excel para download

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Processo de Vendas: qual a sua importância dentro da empresa

6 de fevereiro de 2017
Fechar