9 de julho de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Sem dúvidas, as novidades em meios de pagamento e recursos facilitadores para vendas são um grande avanço para quem está empreendendo nesse momento. Nessa direção, o WhatsApp vinha testando desde o início do ano uma nova funcionalidade de pagamentos dentro do aplicativo.

Agora, essa novidade chega com tudo para revolucionar as transações financeiras, estando disponível para celulares Android e iPhone (iOS).

Inicialmente, o WhatsApp Pay ou Pagamentos permite que usuários de contas pessoais ou contas business possam enviar e receber dinheiro pelo aplicativo.

Então, que tal descobrir como isso funciona?

Para que serve o WhatsApp Pagamentos?

Antes de mais nada, o WhatsApp Pagamentos é um recurso criado para realizar transferências de valores entre os usuários do WhatsApp. Primeiramente, o usuário deverá criar um breve cadastro de um cartão de débito ou crédito na plataforma Facebook Pay (lembrando que Facebook e WhatsApp são empresas irmãs).

Feito isso, qualquer usuário poderá realizar esse tipo de transferência, sem precisa pagar taxas de serviço.

Por certo, um diferencial que dá ainda mais segurança para essa funcionalidade é poder consultar os lançamentos, acessando a aba Pagamentos e clicando em Ajustes.

Quais as tarifas e limitações desse recurso?

É claro que há regras para o uso do WhatsApp Pagamentos. Para que tem conta pessoal, a plataforma define um limite de R$ 1 mil reais por transação. Há também um limitação diária, que é de 20 transações. Ao longo do mês, um usuário pode movimentas até R$ 5 mil reais.

Por outro lado, empresas que utilizam a versão WhatsApp Business, não terão limite nos valores a pagar ou receber. No entanto, terão que enfrentar um cobrança fixa, levemente salgada: 3,99% de cada pagamento. Assim, se você vende um produto de R$100,00 e o seu cliente realiza o pagamento através do WhatsApp, você receberá somente R$ 96,00.

Outra questão a ser considerada é que os lançamentos aparecerão com a seguinte identificação no seu extrato bancário: “FBPAY -WA” e o nome da pessoa que realizou o pagamento.

Como saber se meu banco permite esse tipo de pagamento?

Não apenas de burocracias vivem as instituições financeiras. Como também, há muitas delas que já aderiram à simplicidade do digital. É o caso do Banco do Brasil e Sicredi. E, claro, do Nubank que já nasceu como banco digital, super antenado às demandas de mercado.

Mas como esse é um recurso que acaba de ser apresentado, é provável que de acordo com a aderência de mais usuários, mais bancos aceitem esse formato transações financeiras.

Vale ressaltar que transferências entre contas pessoais são realizadas apenas via cartão de débito. Consequentemente, os cartões de crédito são utilizados no envio de pagamentos para empresas vinculadas ao WhatsApp Business.

Outro ponto importante é que ainda não é possível realizar transferências via WhatsApp Web, aquele utilizado no computador.

Passos para configurar o WhatsApp Pay

Estando com seu aplicativo aberto, clique no ícone de três pontinhos, no canto superior direito da sua tela e selecione a opção Pagamentos;

A seguir, se abrirá a tela de pagamentos, onde futuramente você poderá acompanhar o seu histórico de transações. Mas primeiro, clique no sinal de mais (+) e informe os dados da sua conta:

Selecione a opção: Receber pagamentos por vendas. E clique em continuar

Aceite os termos de uso e clique em continuar;

Cadastre sua empresa criando uma conta Cielo vinculada ao seu CNPJ;

Informe seus dados bancários;

Feito isso é só salvar e aguardar a verificação, que pode levar até 3 dias úteis.

E então, gostou dessa novidade? Já está pensando em implementar na sua empresa? Se você ficou interessado nesse conteúdo, que tal conferir mais artigos nossos sobre esse poderoso aplicativo? Recomendamos a leitura do artigo: 6 dicas para você começar a vender pelo WhatsApp agora

Show Full Content
Anterior Como definir os métodos de pagamento para a sua Loja Física, Virtual e Delivery?
Próximo Como organizar a Folha de Pagamento da sua Micro ou Pequena Empresa?
Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Como estruturar os processos de faturamento da empresa

16 de abril de 2015
Fechar