17 de fevereiro de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Melhorar cada vez mais os processos empresariais é um objetivo constante dos gestores, não é verdade? No entanto, com tantas tarefas a serem gerenciadas e a constante pressão para se cumprir metas, nem sempre é possível estabelecer um plano que efetivamente contribuirá para a otimização dos processos e a melhoria dos resultados, como no caso das compras.

Pois foi para dar uma mãozinha na resolução dessa questão que resolvemos produzir o post de hoje, dando dicas que certamente auxiliarão na melhoria de seu processo de compras. Pronto para aprender? Então confira agora mesmo:

Cuide do planejamento

É muito comum nos depararmos com empresas onde o setor de compras só atua sob demandas, sendo acionado por clientes internos ou fornecedores. Mas esse é um grande erro! Para solucioná-lo, o gestor deve se manter atento às estratégias da empresa e alinhado com o setor financeiro, de modo que possa pautar seu planejamento e suas decisões com base nos objetivos organizacionais.

Assim, caso o setor financeiro informe que o fluxo de caixa não poderá ser comprometido com a compra de grandes quantidades de estoque, será preciso adotar novas estratégias. Nessas situações, não é possível seguir apenas a demanda de compra. É necessário ter um planejamento que atenda o setor de vendas, mas sem, obviamente, comprometer a área financeira.

Integre compras e estoque

Na área de compras, os itens e suas respectivas quantidades normalmente são comprados com base na previsão de demanda, que, por sua vez, é feita considerando um histórico de vendas. Entretanto, essa variável acaba nem sempre sendo exata. Assim, o primeiro passo para melhorar os processos de compras consistem em manter o fluxo de informações com a área de gestão de estoque contínuo, isso porque esse setor pode fornecer informações sobre o ponto de suprimento e os níveis de estoque máximos.

Dessa forma, o risco de faltar mercadorias ou de sobrecarregar o estoque com produtos em excesso se torna consideravelmente reduzido. Com isso, passa-se a ter mais sobras do capital de giro, que pode ser utilizado para outros investimentos tidos como importantes.

Negocie com fornecedores

Quando você efetua suas compras com apenas um fornecedor — o que acaba virando rotina em muitas empresas —, perde seu poder de barganha e acaba ficando refém dos prazos e das condições que esse fornecedor oferece. Já quando você realiza 3 ou mais cotações para cada compra, aumenta seu poder de negociação, consegue bons descontos e talvez seja capaz até de aumentar os prazos para pagamento, o que também beneficia a saúde financeira do seu negócio (veja mais aqui).

Viu só como, quando se trata de melhoria de processos, o primeiro passo consiste em realizar o mapeamento e a identificação dos pontos mais críticos, que acabam se tornando problemas para a operação? A partir daí é possível tomar as decisões necessárias para que os melhores resultados sejam alcançados. Então faça sua análise e parta para a ação!

Agora comente aqui e nos conte se as dicas que incluímos neste post se aplicam ao seu processo de compras ou se deseja contribuir com mais alguma dica.

Show Full Content
Anterior Como viver um amor no trabalho sem perder produtividade
Próximo Proposta Comercial: crie o modelo perfeito para sua empresa

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Entenda qual a diferença entre DANFE e XML de uma NF-e

12 de setembro de 2016
Fechar