21 de maio de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Sem tempo para ler? Que tal ouvir esse artigo? Clique no play e aproveite!

O devido controle da produção é uma das etapas mais importantes no desenvolvimento de qualquer negócio, já que define o planejamento e o devido monitoramento de insumos e matérias-primas utilizados em seus processos. Esse controle pode ser considerado como um sistema que administra, de forma quantitativa, os bens e serviços do negócio, além do tempo necessário para que sejam satisfatoriamente executados.

Quer saber mais sobre os benefícios de um bom plano de controle de produção e como efetivamente fazê-lo? Então confira agora mesmo nosso post de hoje:

A elaboração

O primeiro passo para elaborar um plano de controle de produção é, obviamente, saber exatamente o que será produzido. Nessa etapa a linha ou o modelo de produto a ser fabricado é definida, assim como suas quantidades e seu respectivo modo de fabricação.

Operacionalmente é feito, então, um plano a curto prazo. Prepara-se, nessa fase, a programação da produção, que fará o levantamento dos materiais necessários e a gestão dos estoques. A partir dai é feito o sequenciamento da produção, a emissão e a liberação das ordens (OP), a efetiva fabricação e a montagem dos produtos.

As etapas

  • Planejamento: nessa etapa os planos serão elaborados, contendo informações sobre o que deve ser produzido, em qual quantidade e quais materiais serão necessários para a produção em si;
  • Acompanhamento: nessa fase é feito o acompanhamento do plano colocado em execução, fazendo-se o levantamento, a medição e o registro dos dados gerados;
  • Controle: esse é o momento de determinar o que foi produzido, quanto, onde, como e quando, ou seja, todas as informações relacionadas à produção;
  • Análise: os dados levantados são analisados a fim de servirem como base para o próximo planejamento.

Os benefícios

Um bom plano de controle de produção contribui para que se alcance uma maior eficiência ao longo do processo produtivo. Por meio dele é possível transformar a demanda da empresa em informações de compra de materiais necessários, autorização para a comercialização desses artigos e controle do que será produzido, permitindo, assim, que todos os processos que estejam, de alguma forma, ligados à produção. Isso tudo ao mesmo tempo em que identifica, mapeia e controla cada etapa.

Os erros

Vale ressaltar que é preciso estar sempre atento a possíveis desperdícios que podem ocorrer durante o planejamento da produção, pois essas falhas podem gerar custos extras para o processo como um todo.

Entre esses eventuais erros podemos citar a produção de uma maior quantidade que a desejada, a movimentação desnecessária de materiais que não agrega valor ao processo produtivo, o retrabalho para corrigir erros anteriores devido a uma má programação ou produção errada e o acúmulo de peças, embalagens e produtos ainda não acabados devido a um controle ineficiente.

Colocando o Controle de Produção em prática

Uma forma simples de colocar em prática seu controle de produção é através de um sistema de gestão. Utilizando o SIGE Cloud você poderá controlar com exatidão todos os dados sobre sua produção. Assim, você irá executar todas as OPs no tempo previsto e com as quantidades e os recursos corretos, garantindo que seu cliente receba os produtos desejados conforme o previsto. Desta forma, além de garantir a satisfação do cliente, você terá total controle sobre todo o processo de sua produção.

Concluindo

O plano de controle da produção define o planejamento, a necessidade de insumos, o controle de matérias-primas e de tudo o que será produzido. Por isso, ele é simplesmente essencial para orientar a empresa em relação à sua demanda, a fim de que ela produza somente o que é necessário e o que irá, de fato, atender às necessidades de seus clientes.

Agora nos conte: sua empresa já desenvolve seu próprio plano de controle de produção? O que acha que pode ser melhorado? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco!

Show Full Content
Anterior Fluxo de Caixa: dicas infalíveis para equilibrar suas contas
Próximo Formação de preço de produtos em três etapas simples e eficientes

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Rotas de Entrega: como planejar melhor a logística da empresa

22 de junho de 2015
Fechar