Fluxo de Caixa: dicas infalíveis para equilibrar suas contas

Fluxo de Caixa: dicas infalíveis para equilibrar suas contas

O valor do saldo do seu fluxo de caixa é igual a seu lucro, certo? Mas isso é, na verdade, uma coincidência e está longe de significar que eles são a mesma coisa.

Lucro é o que sobra de recurso entre o que você recebeu (venda) e o que pagou (compras e investimentos). Eles registram o mesmo valor, mas em momentos distintos.

Essa distinção é fundamental na hora de, por exemplo, tomar uma decisão sobre um investimento, contratar novos funcionários ou até fazer retiradas.  Decisões baseadas somente no fluxo de caixa podem ocasionar a perda do controle sobre o negócio.

Desta forma, o fluxo de caixa requer um acompanhamento mensal do lucro, já que possíveis sobras temporárias no caixa podem dar a falsa ilusão de que o lucro foi maior.

Ter controle sobre o dinheiro é fundamental para o crescimento do seu negócio. Por isso a gestão do fluxo de caixa deve ser diária, com registros de todas as movimentações de recursos.

Se o seu caixa anda sempre abaixo do planejado, confira 4 ideias para ter um fluxo de caixa mais saudável:

Você sabe para onde vai o seu dinheiro?

Saber onde e com quê você gasta ou investe é o primeiro passo para poder manejar seu caixa a fim de poder flexibilizar modos de pagamentos, dar descontos, fazer promoções etc. Outra parte fundamental é saber o preço ideal do seu produto ou serviço e a margem de lucro que ele representa ao negócio. Tais informações são primordiais para planejar qualquer ação futura.

Seja criativo: flexibilize suas opções

Agregar valor aos seus produtos e serviços é uma ótima maneira de atrair mais clientes de maneira lucrativa ou de aumentar sua margem de lucro. Exemplos: um bar que oferece double drink na primeira hora do happy hour é mais atrativo e estimula o consumo; produtos digitais que oferecem um teste grátis têm maiores probabilidades de conversão.

Preocupe-se mais em manter um cliente do que conquistar outros

Você sabia que um cliente pode valer por até 15 leads? Isso porque um consumidor feliz volta pra comprar – e ainda recomenda o produto e serviço adquirido, que é o melhor marketing indireto que existe. Aquele restaurante self-service já popular no bairro que dá um almoço grátis a cada 10 consumidos está buscando transformar fregueses em clientes, o que pode valer muito mais do que desenhar, imprimir e distribuir panfletos na rua. Brinde em datas comemorativas também é uma forma delicada e eficiente de agradar o cliente – sempre e quando o custo de produção e gerenciamento possa ser coberto.

Crie expectativa!

A neurociência já afirmou que o processo de decisão de compra é influenciado por diversos fatores emocionais, ativados, entre outras formas, por gatilhos mentais. Fazer pré-venda de um produto, por exemplo, permite acionar o gatilho da expectativa. A espera e o “buzz” gerado tende a aumentar o valor percebido do produto.  Além disso, pré-vendas permitem que os clientes se programem para a compra e, no caso em que o pagamento é realizado com antecedência, é possível ter um aumento temporário do fluxo de caixa, que possibilita antecipar pagamentos e até mesmo liquidar empréstimos antes do previsto.

Esperamos que nossas dicas lhe ajudem a controlar seu fluxo de caixa. Se precisar de qualquer auxílio, entre em contato através dos comentários!

Artigos Relacionados