9 de julho de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Saiba quanto vender para igualar despesas e receitas!

O ponto de equilíbrio ou break-even-point em inglês, é um grande termômetro para a sobrevivência do negócio, e as empresas precisam acompanhá-lo de perto. Ele é, resumidamente, o ponto de equilíbrio que mostra o quanto é necessário vender para que as receitas se igualem aos custos.

O ponto de equilíbrio indica em que momento, a partir das projeções de vendas do empreendedor, a empresa estará igualando suas receitas e seus custos. Com isso, é eliminada a possibilidade de prejuízo em sua operação.

A fórmula para se calcular é a seguinte:

Ponto de Equilíbrio = (Custo Fixo / (Receita – Custo Variável) X 100

Em geral, o indicador é calculado sob a forma de percentual da receita projetada. Por exemplo, um ponto de equilíbrio de 65% para uma receita de R$ 100 mil anuais indica que a empresa terá eliminado as possibilidades de prejuízo quando tiver atingido o montante de R$ 65 mil em vendas, passando, a partir de então, a acumular lucro. A lógica do ponto de equilíbrio mostra que, quanto mais baixo for o indicador, menos arriscado é o negócio.

Seu cálculo e análise podem estar realizados sob três aspectos: contábil, econômico e financeiro:

Ponto de Equilíbrio Contábil ou Operacional

É o mais comum e tradicional para análises onde o valor das receitas iguala-se ao das despesas. É o resultado simples da divisão dos valores dos custos e despesas fixas pela margem de contribuição unitária. Nessa conta, não haveria lucro e nem prejuízo contábil. Esse, sim, é o momento do “empate”.

Ponto de Equilíbrio Econômico

O ponto de equilíbrio econômico leva em consideração, além dos custos gerados pela própria empresa, o valor do custo da oportunidade do mercado para o capital investido. Se a previsão de receitas da empresa estiver abaixo do ponto de equilíbrio econômico, significa que aplicando o investimento em um banco obterá um retorno melhor que seu próprio negócio. Seu valor se dá através do cálculo da soma dos custos e despesas fixas com o valor de um lucro mínimo estipulado que atenda às suas próprias exigências.

Sua fórmula de cálculo é:

Ponto de Equilíbrio Econômico = Custos e Despesas Fixas / Índice da Margem de Contribuição

Ponto de Equilíbrio Financeiro

Já o ponto de equilíbrio financeiro leva em consideração as variações patrimoniais nos custos fixos que, embora não signifiquem desembolsos para a empresa, devem ser confrontados nas receitas, pois fizeram parte da constituição do seu negócio. Um exemplo clássico é a depreciação de ativos. Certamente, esse é o cálculo mais completo e detalhado para avaliação do seu negócio.

Show Full Content
Não há mais publicações
Próximo Conciliação bancária como aliada do seu controle financeiro

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Compromissos e Tarefas: modelo de planilha para controle

28 de outubro de 2015
Fechar