24 de março de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Prepare sua indústria para o Bloco K!

O Bloco K é um dos blocos do SPED Fiscal diretamente ligado ao controle de estoque e de produção, como explicamos neste artigo.

O SPED Fiscal, como detalhamos aqui, é o formato digital dos antigos livros de registro, e possui o objetivo principal de evitar fraudes fiscais, através da análise de diversos dados que comparados entre si poderão confirmar a veracidade dos dados.

Para que estes dados sejam entregues corretamente, é necessário que muitas empresas realizem adequações em seus processos. Neste artigo, vamos verificar os principais processos que serão utilizados na geração do Bloco K e como as indústrias poderão se adequar a eles.

Cadastro de produtos

Você deverá contar com um cadastro de produtos confiável, e que possa ser controlado facilmente. O mesmo produto não poderá estar cadastrado mais de uma vez, mesmo que tenha códigos diferentes (transforme os cadastros em um único registro). Os produtos devem estar classificados em um dos 12 tipos especificados no SPED, que são:

  • Mercadoria para revenda;
  • Matéria prima;
  • Embalagem;
  • Produto em processo;
  • Produto acabado;
  • Subproduto;
  • Produto intermediário;
  • Material de uso em consumo;
  • Ativo imobilizado;
  • Serviços;
  • Outros insumos;
  • Outros.

Cadastro de consumo específico

Informe qual será o consumo de cada produto que utilizado na industrialização. Ou seja, crie sua lista de materiais, informando com precisão qual matéria-prima será utilizada para produzir seus itens, junto à quantidade que será utilizada e também a perda de material que pode ocorrer.

Registro de entradas e saídas

Para gerar o Bloco K corretamente é necessário que seu estoque seja exato. Por isso, devem ser realizadas todas as movimentações que determinarão o saldo dos produtos, considerando a saída das matérias-primas e entrada dos produtos acabados no processo de produção.

Separação de estoque por CNPJ

Esta dica é principalmente para quem possui duas empresas, com CNPJ´s distintos e com estoque no mesmo espaço físico. O material adquirido por um CNPJ não poderá ser utilizado ou revendido por outro CNPJ. Ou seja, as entradas e saídas devem ser diferenciadas por empresa.

Saiba como adequar sua empresa ao Bloco K do SPED Fiscal

Criação das Ordens de Produção

As ordens de produção serão utilizadas no Bloco K como uma declaração do que foi produzido pela indústria. Portanto, em cada OP deverá constar as datas de início e término da fabricação, bem como o produto produzido, com seu código e quantidade.

Registro da quantidade consumida

Conforme o item é produzido, a quantidade consumida na produção deve ser informada. O indicado é que a saída desta quantidade será realizada no mesmo momento em que o produto sai do almoxarifado da empresa.

Registro da quantidade produzida

Depois que a produção for finalizada, deve ser informada a quantidade produzida de forma exata. Este controle deve ser realizado no momento em que a OP é concluída, ou seja, quando o processo produtivo é encerrado.

Registro de outras produções

No Bloco K também devem ser informados outros produtos que foram produzidos. Portanto, você também deverá informar a produção de produtos semiacabados, subprodutos e coprodutos, conforme houver, com dados precisos e reais.

Controle de estoque confiável

Para entregar as informações de forma precisa no seu Bloco K, é necessário que o controle de estoque seja realizado de forma exata e em tempo real. Além disso, faça balanços de estoque regularmente, para que a quantidade real de estoque seja igual à quantidade de seu sistema de gestão.

Sua empresa já está preparada para o Bloco K? Tem feito alguma outra ação para facilitar seu processo? Compartilhe conosco através dos comentários.

Show Full Content
Anterior 4 dicas infalíveis para resolver qualquer tipo de problema
Próximo Planejamento de Ideias: modelo de planilha para download

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Emissão de pedidos: não perca tempo e nem dinheiro!

25 de julho de 2017
Fechar