26 de outubro de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

O controle de estoque é uma área extremamente importante dentro de qualquer empresa, não só por ser a responsável por armazenar corretamente os produtos comercializados, mas também porque, se não for adequadamente gerida, pode acabar trazendo grandes prejuízos para o negócio. Por essas e outras, você deve se manter sempre muito atento às rotinas e a qualquer mínimo problema que surgir, de modo a ter tempo hábil para tomar as decisões mais apropriadas de acordo com cada caso, evitando falhas que possam comprometer seriamente seu controle. Pronto para conhecer algumas delas e aprender a evitá-las? Então acompanhe:

Não focar no que tem mais saída

Além de mostrar que seu controle de estoque não está sendo eficiente, quando você compra muitos produtos que têm pouca saída, corre o risco de perdê-los ou de deixá-los tornarem-se obsoletos dentro do seu estoque, o que significa prejuízo para o negócio. Por isso, é importante saber qual é a frequência de saída dos itens antes de efetivamente adquiri-los. Assim você saberá se é o momento certo para fazer a compra e quais quantidades devem ser solicitadas.

Não se atentar para a sazonalidade

Existem certos tipos de produtos que são sazonais, ou seja, têm mesmo uma maior saída — ou até só são vendidos — em determinadas épocas do ano. É o caso das sombrinhas, dos biquínis e dos panetones, por exemplo. Sabendo disso, dá para imaginar o prejuízo que você pode ter se não se atentar para esse fato, não é mesmo? Nesse caso, além de correr o risco de ficar com produtos encalhados no estoque — que só serão vendidos novamente daqui a um tempo — ou até de perdê-los, você também corre o risco de perder vendas, caso não se atente à chegada da sazonalidade. Se você não programa seu estoque para atender ao aumento da demanda, fica a ver navios.

Não fazer o devido planejamento

Como em todas as outras áreas, o controle de estoque também precisa ser planejado para não comprometer a rotina. Isso quer dizer que você precisa planejar tanto as entradas como as saídas, além da disposição dos itens dentro do estoque, por exemplo. Assim, não deixe para agir somente de acordo com as demandas que vão surgindo, apagando cada pequeno incêndio por vez. Programe-se! É preciso saber exatamente o que fazer e ter planos alternativos caso alguma coisa surja ou saia do controle.

Não realizar inventários periódicos

Tudo bem que fazer um inventário geral é extremamente importante, mas fazer inventários periódicos pode ajudar ainda mais no controle do estoque. Isso porque, dessa forma, você consegue identificar as causas dos problemas em menos tempo e atuar em cada uma delas eficientemente. Além do mais, com essa tática ainda é possível controlar mais de perto quaisquer possíveis perdas ou algum tipo de furo no estoque.

Não ter integração no controle de estoque

Para realizar as compras de forma adequada, o setor de compras da empresa precisa obter informações aprofundadas sobre o estoque, assim como o setor de vendas precisa saber quais são os números atuais, para poder vender para seus clientes.

Por outro lado, o setor de controle de estoque precisa obter informações das compras que foram realizadas, para programar o recebimento, e das vendas que estão em curso, para se programar para a saída. Podemos dizer, portanto, que não realizar a integração do sistema para essas áreas pode resultar em falhas muito sérias, que podem acabar comprometendo seu capital de giro ou até mesmo causando sérios prejuízos para a organização.

Concluindo

A verdade é que nenhum processo está totalmente isento de sofrer falhas, entretanto, muitas delas não só podem como devem ser evitadas a qualquer custo, de modo a não comprometerem seu controle de estoque e os resultados gerais da empresa.

E então, pronto para colocar ordem nesse setor? Alguma vez você já teve que enfrentar problemas por falhas no controle do estoque? Não deixe de compartilhar suas opiniões e experiências conosco! Participe!

Show Full Content
Anterior 4 erros que você jamais deve cometer no seu fluxo de caixa
Próximo Empreender: dicas valiosas para quem deseja abrir seu negócio

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Gestão de tarefas: saiba como correr menos e faturar mais

5 de fevereiro de 2020
Fechar