28 de maio de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Sem dúvida, o gerenciamento do fluxo de caixa é um trabalho complexo e de suma importância para o sucesso de empresas em qualquer segmento.

Por isso, seja você um prestador de serviços ou um pequeno comerciante, provavelmente já passou por alguns perrengues para manter suas contas em dia e o seu fechamento de caixa no positivo. 

Inclusive, se neste momento você está passando por aquele tradicional arrocho nas contas, tão comum no início de ano, não se preocupe: você não é o único.

Afinal, é super comum que os empreendedores sejam ludibriados pelos números do seu negócio. Ao considerar apenas as receitas, sobretudo depois de um bom movimento de final de ano, é natural que o dono de negócio pense que seu fluxo de caixa está indo muito bem.

No entanto, com uma visão mais atenta e precisa é possível notar que o dinheiro não está sobrando. Há uma série de despesas, impostos e encargos por trás de cada venda. Por isso é preciso estar sempre alerta e planejar bem os seus lançamentos financeiros, como uma reforma, a compra de novos equipamentos ou a expansão do seu estoque. As medidas preventivas com relação ao gerenciamento eficiente do seu fluxo de caixa evitam que o desespero tome conta da sua empresa e, claro, contribuem para o fechamento positivo do seu caixa.

Assim, para ajudar no seu planejamento e evitar o drama característico desta época do ano, preparamos algumas dicas especiais que irão contribuir para que seus resultados sejam cada vez melhores.

Confira!

1ª Dica: Conheça seu fluxo de caixa atual

Primeiramente, antes de tomar qualquer medida na gestão financeira, é fundamental conhecer como está seu fluxo de caixa atualmente. Para isso, faça um levantamento dos seus saldos bancários, quais empréstimos e parcelas precisam ser pagos em breve, se há débitos pendentes, bem como a previsão de recebimentos.

A seguir, conhecendo a atual situação financeira do seu negócio, você pode analisar quais ações são necessárias para evitar problemas com credores. Além disso, munido das informações certas, poderá prever possíveis contratempos e pensar em soluções viáveis para cada caso.

Se acaso você ainda não tenha nenhum controle do seu fluxo de caixa, uma alternativa simples é contar com uma Planilha de Fechamento de Caixa. Com ela, você poderá acompanhar receitas e despesas diárias, com muito mais praticidade.

E, claro, se a sua empresa já estiver um pouco mais madura e você optar por uma solução tecnológica, moderna e automatizada que reúna todos os seus lançamentos financeiros, vendas, estoque e emissão de notas fiscais, conheça o SIGE Lite.

2ª Dica: Considere os gastos fixos

Outro ponto para considerar no momento de gerenciar o seu fluxo de caixa é analisar aqueles gastos que acontecem regularmente, os chamados custos fixos. Por exemplo, aluguel, contas de luz e água, salários etc.

Pagar os gastos fixos é uma obrigação de toda empresa. Se para isso você tiver que negociar com seus fornecedores e estipular novos prazos para pagamento, faça com antecedência e considere as novas propostas no seu planejamento financeiro.

Lembre-se de sempre prezar pela boa relação com seus fornecedores. Seja claro nas suas propostas e tenha jogo de cintura para negociar tudo que puder ser negociado. Vale ressaltar que essa dica se aplica também aos impostos.

3ª Dica: Reveja os preços

Uma vez que você conheça a realidade do seu fluxo de caixa e os seus custos fixos, é imprescindível rever os preços cobrados pelos seus produtos e serviços.

Para tanto, estude os preços praticados pela sua concorrência, bem como as suas despesas. Desse modo, será mais fácil atribuir os preços corretos para garantir que estes valores estão trazendo lucros para a sua empresa.

Lembre-se de que o preço cobrado pelos seus produtos e serviços precisa ser o suficiente para cobrir todos os seus gastos fixos e variáveis, custos envolvidos com a operação e, ainda, garantir o lucro do negócio.

4ª Dica: Projete seu fluxo de caixa para todo o ano

Por certo, acontecem mil e uma reviravoltas ao longo dos 12 meses do ano. Porém, é preciso que o gestor tenha consciência de quanto pode investir, quanto deve ter de reservas. Para isso, é necessário projetar o seu fluxo de caixa.

Não tem mistério, um passo importante no momento de fechar o caixa anual é projetar suas contas para o ano seguinte. Inicie montando um fluxo de caixa da sua empresa para os próximos 12 meses com todos os gastos fixos, todos os pagamentos parcelados que você terá que pagar, a projeção de metas e uma média dos recebimentos.

Na primeira análise já será possível identificar se o saldo ficará positivo ou negativo, em cada mês do ano. Quanto mais detalhada for sua previsão, mais ela auxiliará na sua tomada de decisão estratégica.

5ª Dica: Estude sobre Gestão Empresarial Sempre

Médicos, engenheiros, advogados, contadores e tantos outros profissionais, seguem suas carreiras estudando sempre. No que diz respeito à gestão empresarial, a conversa não é diferente. Gestores, empreendedores, comerciantes, todos devem buscar qualificação e informações.

Mas nem adianta vir com a desculpa de que empreendedor não tem tempo de estudar. É possível encontrar conteúdos ricos, sem nenhum custo, na internet. E-books, infográficos, artigos, vídeos. As redes dispõe de uma infinidade de oportunidades para que você alcance melhores resultados na sua gestão financeira.

Pensando nisso, separamos mais alguns artigos de nosso blog que podem lhe ajudar nessa tarefa. Confira:

– Como preparar o caixa para as férias de final de ano

– Previsão de vendas: modelo de planilha para download

– Como fazer o seu planejamento tributário

Enfim, fazer um bom controle do caixa é essencial não apenas quando as contas estão apertadas, mas em todos os meses ano. A gestão financeira deve ser uma rotina diária do seu negócio, pois é uma tarefa que exige disciplina e seriedade. O resultado será percebido nas suas contas bancárias e nas chances de crescimento do seu negócio.

BÔNUS: Para encerrar esse conteúdo, compartilhamos mais uma super planilha que pode lhe ajudar. Baixe agora mesmo!

Show Full Content
Anterior Prospecção de Clientes: como criar estratégias assertivas para conquistas mais clientes
Próximo Saiba como será o Cálculo do INSS a partir de Março 2020

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Qual a melhor forma de controlar pagamentos a prazo

29 de maio de 2017
Fechar