5 de dezembro de 2020
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

As mulheres são grandes empreendedoras no cenário nacional, mas passam por muitos desafios.

Há tempos o mundo competitivo dos negócios não é uma exclusividade masculina. Cada vez mais mulheres abrem empresas e assumem todas as dores e delícias de empreender. A iniciativa vem acompanhada de inúmeros desafios relacionados à gestão do negócio em si e do comportamento feminino diante das novas experiências, veja os principais:

Oportunidade de negócio

De forma geral, as pessoas querem empreender nas áreas das quais mais gostam. O problema é que nem sempre há uma grande oportunidade aí, ou é preciso fazer algum esforço e muita pesquisa de mercado para conjugar a paixão com o trabalho. Essa é uma questão à qual todo empreendedor, seja homem ou mulher, deve estar atento.

Networking

É preciso se cercar de pessoas importantes para o desenvolvimento do mercado, freqüentando eventos e marcando reuniões com potenciais clientes, conhecendo novos possíveis fornecedores, identificando mentores. É preciso estar segura das suas propostas, circular e levar a conhecimento das pessoas o seu negócio.

Administração do tempo

As mulheres conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Isso é fato. Mas, quando se tem um negócio próprio, é preciso administrar muito bem o tempo e saber distinguir entre o urgente e o importante, executar as várias tarefas operacionais e fazer planejamento estratégico, fundamental para o sucesso da empresa. Dê uma olhada nos nossos posts sobre produtividade nas reuniões e administração do tempo. Aqui, em administração do tempo,  é importante também a mulher delegar e perder o ímpeto de controlar tudo o que acontece ao seu redor.

Tomar decisões

Mais do que nunca, uma pessoa à frente do próprio negócio precisa estar preparada para tomar decisões o tempo todo. Claro, tem alguns assuntos que precisam de tempo para reflexão, mas eles não podem ser eternamente adiados. Quem não tem o perfil de tomar decisões rapidamente na vida pessoal, precisa desenvolver bem essa característica ao entrar para o mundo do empreendedorismo.

Feminilidade

Mulheres tendem a ser mais emotivas e passionais que os homens. Também costumam agir com menos pragmatismo, mas não é porque estão à frente de um negócio próprio que devem assumir uma postura masculinizada. Características femininas como forte intuição, cuidado com o próximo e delicadeza com as pessoas podem ser bastante benéficas para o andamento do negócio se bem aproveitadas.

Medo do fracasso e do sucesso

Fracassar é uma possibilidade de todo o negócio e é preciso estar ciente disso e preparado para as frustrações que, via de regra, acompanham o ato de empreender. Você vai ouvir “não” de clientes, prospects, fornecedores, vai enfrentar crises financeiras, ver o governo tomar decisões desfavoráveis em relação ao seu negócio e é preciso estar atenta para aprender com cada uma dessas negativas, como a garra característica das mulheres.

Geralmente, nos períodos de turbulência os empreendedores fazem revisões mais constante de seus negócios e daí vêm os maiores insights. Pode parecer bobagem, mas muita gente também tem medo do sucesso e do aumento das responsabilidade que vêm com ele. Isso acaba limitando as suas possibilidades e é outro ponto que precisa ser superado por todas as mulheres e homens empreendedores.

E você, leitora empreendedora? Tem mais algum desafio que enfrentou para colocar seu negócio de pé? Compartilhe conosco!

Show Full Content
Anterior Segredos para criar um programa de bonificação perfeito
Próximo Gestão por Competência: o que é e como aplicar na empresa

Comentários

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

O Google vai permitir anúncios gratuitos! Que história é essa?

6 de julho de 2020
Fechar