Conteúdos práticos e úteis para simplificar a gestão empresarial.

Quando você inicia um novo projeto, realiza uma campanha ou até mesmo define uma estratégia, quer saber se os resultados dessas ações estão sendo positivos ou não, certo?! O que poucos sabem é que as empresas de sucesso realizam essa análise por meio de KPI, o Indicador-chave de Performance.

Para que qualquer ação desenvolvida no ambiente empresarial tenha êxito, deve-se ir além das métricas. Afinal, somente os números não informam como agir para qualificar o desempenho da sua estratégia. Então, ao utilizar o método KPI para analisar e comparar esses números, é que se obtém resultados reais de qualquer decisão.

Primeiramente, pode até parecer uma coisa complicada de entender e difícil de implementar num pequeno negócio. Mas não se preocupe! Neste artigo, vamos te explicar cada detalhe desse termo e assim, você verá os seus benefícios. Por isso, não deixe de acompanhar, hein!

O que é KPI?

KPI significa Key Performance Indicator ou, em português, Indicador-chave de Performance, como mencionamos anteriormente. Esse recurso é utilizado medir se uma ação ou um conjunto de ações estão atendendo ou superando os objetivos planejados pela sua empresa. Em outras palavras, ele mensura se as coisas estão andando conforme o planejado.

Supondo que sua empresa possui um blog, através dos dados fornecidos pelo Google ADS ou sistema similares, você consegue verificar o número de acessos de um post ou a quantidade de pessoas que clicaram em algum link específico. Mas se o seu objetivo é saber qual o ticket médio de vendas da sua empresa, certamente essas informações não serão relevantes para essa análise.

Por isso, para que o KPI seja implementado na sua organização, é preciso ter todos os objetivos muito bem definidos. Ou seja, você precisa delimitar quais dados deseja adquirir através das métricas, para que então, possa analisar o seu desempenho. Tendo as informações necessárias, compare-as com outros projetos desenvolvidos na sua empresa. Assim, você encontrará a resposta de que está no caminho certo, ou então, que deve repensar na estratégia utilizada.

Quais são os tipos de KPIs?

Há diversos exemplos de KPIs que podem ser usados para medir o sucesso das ações ação ou até para uma tomada de decisão na sua empresa. Por isso, você deve utilizar aquele que considera adequado ao seu negócio. Por exemplo, as estratégias de marketing, de vendas, de engajamento do público, de atendimento ao cliente, entre outras. Para te ajudar a entender ainda mais esse Indicador, que tal um exemplo?

Uma empresa prestadora de serviço determina que a equipe de vendas deve faturar 70% dos orçamentos realizados mensalmente. Para controlar essas informações, todas as negociações do primeiro trimestre foram registradas no Sistema de Gestão SIGE Cloud, o qual se obteve os seguintes dados:

JaneiroFevereiroMarço
Nº de orçamentos670830940
Pedidos faturados510570480
Porcentagem atingida76%69%51%
Meta (em porcentagem)70%70%70%
Resultado do indicador Ok Mudar estratégiaMudar estratégia

Como você pode perceber, os dados numéricos estão sendo usados para ter uma informação mais precisa sobre a performance de vendas. Porém, apenas isso não é suficiente. Deve-se analisar qual o motivo da empresa estar realizando grande número de orçamentos, mas concretizando poucos deles. Por que no mês de janeiro o resultado foi positivo e nos demais não? Teria alguma razão para a demanda de vendas estar decaindo significativamente? Qual estratégia deve-se adotar para aumentar o faturamento?

Nesse sentido, adotando o uso do KPI certo de acordo com o seu objetivo, você verá as mudanças na gestão da sua empresa. Mas lembre-se: utilize dados que podem ser mensurados, que seja importante e relevante para seu negócio, que ajude na escolha de uma estratégia inteligente, e claro, analise periodicamente.

KPI transforma a história de qualquer empresa

Definitivamente, o segredo de uma boa estratégia está no acompanhamento da performance dela. Agora que você conhece o KPI, já está apto a colocá-lo em prática! Por isso, defina muito bem os seus objetivos e busque dados que possam verificar se a estratégia utilizada hoje está gerando bons frutos.

Ao encontrar as diretrizes ideias, fica mais fácil colocar a organização no caminho certo. Afinal, trabalhar com dados concretos gera segurança e contribui para tomadas de decisões mais assertivas.

Show Full Content
Anterior Máquina de cartão ou Link de cobrança?
Próximo Como a taxa selic impacta nas empresas?
Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Trabalho de casa: como evitar e aumentar seu rendimento

19 de dezembro de 2016
Fechar