Estoque com alta rotatividade: como organizar seus produtos

Estoque com alta rotatividade: como organizar seus produtos

Controlar um estoque com peças de alta rotatividade é um desafio grande e tão importante quanto uma empresa ter produtos a serem vendidos. É fundamental saber quando uma mercadoria entrou no estoque e há quanto tempo está lá, por exemplo.

Já pensou se o cliente quiser comprar um produto que está indisponível? A empresa vai perder uma venda. Ou se há muitas mercadorias acumuladas? A empresa está deixando de ganhar dinheiro, o que também pode significar altos custos operacionais.

A organização de um estoque reflete diretamente nas vendas de uma empresa como já citamos neste post. Cumprir os prazos de entrega prometidos significa manter clientes fiéis. Para isso, é fundamental ter um estoque bem organizado e repô-lo de acordo com as vendas.

Lembre-se: mais importante do que a empresa saber quanto tem em estoque, é saber o seu giro.

Mas você sabe como calcular o giro de estoque? Vamos lá!

Rotatividade de estoque: como calcular

Quanto maior o giro de estoque, maior o volume de vendas de uma empresa. Giro ou rotatividade é um indicador-chave de desempenho para gestão do inventário da empresa, visto que indica quanto tempo cada item do estoque é mantido na empresa antes de ser vendido.

Para calculá-lo, deve-se dividir a quantidade de mercadorias vendidas em determinado período pelo estoque médio.

Exemplo: o estoque médio de uma empresa que vende produtos eletrônicos é de 500 televisores e foram vendidos 2.500 televisores no primeiro semestre do ano. Ao dividir 2.500 por 500, o resultado é de cinco giros no período analisado, ou seja, os produtos foram renovados cinco vezes durante o semestre.

Benefícios de um estoque com alta rotatividade

Ter um giro de estoque alto traz muitos benefícios para a empresa:

  • Não é preciso ter muito espaço para armazenamento;
  • Há menor risco de o produto perder a validade;
  • Venda recorrente.

A seguir, listamos 6 dicas para garantir que você organize um estoque com alta rotatividade:

1) Determine processos, papéis e responsabilidades

São muitas as etapas associadas ao gerenciamento de estoque. É necessário que elas estejam bem estabelecidas.

Desenhe processos com o que deve ser feito na chegada e saída de mercadorias, determine horários para movimentação do estoque e organize os prazos para contagem de peças.

Defina os papéis e responsabilidades de cada membro da equipe. Assim, será possível resolver eventuais problemas com maior rapidez.

2) Armazene os produtos em posições estratégicas

Produtos com alta rotatividade devem ser armazenados em locais de fácil retirada e colocação. Isso garantirá redução de tempo na movimentação de peças do seu estoque.

3) Determine o estoque mínimo de cada item

Estoque mínimo é a quantidade mínima de peças que a empresa deve manter em seu depósito. Essa quantidade deve ser suficiente para cobrir a entrega da mercadoria à loja.

Observe os prazos que produtos de alto giro costumam ser vendidos e quanto tempo o fornecedor precisa para entregá-los.

Com essas informações, é possível estipular o estoque mínimo para cada item.

4) Escolha o modelo de reposição adequado

Identificar a demanda é essencial para escolher um modelo de reposição de estoque apropriado. Para produtos com alta rotatividade, normalmente emprega-se o modelo de reposição contínua. Nesse modelo, os pedidos são feitos assim que o estoque alcança o ponto de reposição.

5) Estipule datas para as compras

Alguns produtos são mais procurados em determinadas épocas do ano, como datas comemorativas e volta às aulas.

Se você conhece os picos de venda de determinados produtos, faça um planejamento para comprá-los com antecedência, caso tenha espaço para armazená-los. Programar compras pode garantir melhores condições de negociação com o fornecedor.

6) Negocie a garantia de entrega com fornecedores

Para minimizar imprevistos e atrasos na entrega, determine uma margem de segurança, isto é, uma quantidade de dias que é adicionada ao prazo mínimo de entrega.

Também não se baseie apenas no preço para selecionar os seus fornecedores. É importante considerar outros fatores, como flexibilidade e velocidade na entrega.

Isso diminuirá os riscos da sua empresa ficar na mão.

Esperamos que nossas dicas lhe ajudem a organizar um estoque com alta rotatividade. Caso queira conhecer mais dicas, confira nosso artigo sobre falhas que jamais devem acontecer no controle de seu estoque clicando aqui.

tiago@sigecloud.com.br

Artigos Relacionados
Deixe uma resposta
Captcha Clique na imagem para atualizar o captha