Loja virtual: como montar a sua e ter sucesso online

Loja virtual: como montar a sua e ter sucesso online

O comércio via loja virtual vem ganhando espaço nas compras dos brasileiros, e nos últimos anos representou um bom faturamento para muitas empresas. Segundo a e-Bit, em 2014 o segmento de comércio eletrônico faturou cerca de R$ 35,8 bilhões.

Com os números crescendo cada vez mais, muitas empresas que buscam destaque no mercado e aumento de vendas, optam por criar uma loja virtual. Quando o empreendedor toma essa decisão, sente-se um pouco perdido para colocar suas ideias em prática.

Foi por isso que criamos este artigo, com dicas especiais para lhe ajudar na montagem da sua loja virtual. Abaixo você poderá conferir um exemplo de processo que pode ser adotado para colocar seu e-commerce no ar. Você perceberá que é mais simples do que parece!

1º Passo: Planejamento

Já citamos em diversos artigos aqui do blog que o planejamento é o primeiro passo para qualquer ação que a empresa queira colocar em prática. Ao montar sua loja virtual não é diferente!

Você deve realizar uma pesquisa de mercado, estudar a concorrência e escolher qual público-alvo deseja atingir. Com essas informações poderá escolher como seguir seu projeto, que deve ser sempre focado no seu cliente.

Coloque todas as informações no seu plano de negócios da forma mais clara possível. Com isso ficará fácil definir quais ações serão desempenhadas, e qual o prazo para realizá-las.

2º Passo: Escolha a plataforma e-commerce

Para colocar seu planejamento em prática, você deve iniciar escolhendo em qual plataforma irá hospedar sua loja virtual. Atualmente existem diversas opções disponíveis no mercado, sendo que as três principais são:

  • Plataformas Open Source: referem-se a sistemas desenvolvidos por comunidades de programadores, que disponibilizam o código para download de forma gratuita.
  • Plataformas SaaS: também conhecidas como lojas virtuais alugadas, são plataformas desenvolvidas por empresas especializadas e oferecidas para uso mediante o pagamento de uma mensalidade ou taxa.
  • Plataformas Exclusivas: estes são sistemas de e-commerce criados exclusivamente para a empresa, para satisfazer suas necessidades específicas, por isso, seu custo é mais elevado.

A escolha da plataforma mais adequada para o seu negócio será fundamental para a efetivação da sua loja virtual. Para isso, você deve observar pontos como suporte, possibilidades de customização, segurança do sistema, opções de domínios personalizados, design e layout, e qualquer outro ponto descrito no seu planejamento.

Entre estes pontos, é necessário dar uma atenção especial na escolha do layout da sua loja. Ele deve ser pensado para o seu cliente, pois ele deve encontrar tudo o que procura de forma prática e rápida. Por isso, busque um design que seja simples, limpo e intuitivo.

Para mais dicas, acesse nosso artigo “Como escolher os produtos oferecidos na loja virtualclicando aqui.

3º Passo: Formas de Pagamento da sua loja virtual

Outro ponto importante para analisar é as formas de pagamento que você disponibilizará aos clientes dentro da loja virtual. As opções online mais utilizadas são o pagamento via cartão de crédito ou via boleto bancário, sendo que a variedade de opções deixa o cliente mais a vontade para finalizar suas compras.

Porém, você deve analisar a viabilidade que cada opção traz para o seu negócio. Por exemplo, as tarifas de cada transação e quando o dinheiro efetivamente entrará na conta da empresa são fatores que você deve considerar. Esta é uma decisão que interfere diretamente no lucro do seu e-commerce.

4º Passo: Divulgue sua loja virtual

Aquele velho ditado “Quem não é visto, não é lembrado” também vale para as lojas virtuais. Por isso, fique atento as formas de divulgar seu e-commerce, principalmente no meio digital.

Crie um plano de marketing digital para a sua loja virtual, considerando quais ferramentas utilizará nesta divulgação. Assim você conhecerá as ações necessárias para divulgar seu site e quais os custos envolvidos.

Você poderá utilizar as redes sociais, e-mail marketing, links patrocinados e diversas outras opções. Para cada uma das opções, você deve acompanhar os resultados e verificar qual ação traz mais retorno. Isto permitirá aperfeiçoar suas estratégias.

Leia mais dicas no nosso artigo “Como aumentar os canais de vendas da minha loja virtualclicando aqui.

5º Passo: Pense na logística do seu E-commerce

Para garantir a satisfação dos clientes da sua loja virtual, você deve manter a pontualidade nas entregas dos produtos. Por isso, dê atenção especial para este item e organize o processo de despacho dos itens.

Inicialmente você deve estudar qual a melhor forma de entregar os itens, sendo que Correios e parcerias com transportadoras são as formas mais usadas. Quando tiver tomado essa decisão, você deve decidir como será feita a cobrança do frete, se será integralmente cobrada do cliente, se depois de um determinado valor de compra o frete será grátis, entre outras opções.

Além disso, lembre-se que um eficiente controle de estoque irá caminhar junto com a expedição dos itens. O prazo de entrega deve ser mencionado considerando a disponibilidade do item no seu estoque. Se você precisa realizar algum serviço sobre o item ou produzi-lo, aumente o prazo de entrega. Se trabalhar com roupas e calçados, informe com clareza a numeração e os modelos que estão disponíveis no estoque.

Além disso, analise a política de trocas da sua loja virtual. Veja se é realmente vantajoso oferece essa possibilidade ao seu público, como normalmente ocorre nas lojas físicas. Deixe claro em seu site qual é a política de trocas de sua loja, informando prazos e condições para tal.

6º Passo: Gerenciando sua loja virtual

Depois de analisar todos os itens e colocar sua loja virtual no ar, você precisa gerenciá-la com eficiência, desde o anúncio de um novo produto até o despacho de uma venda.

Este gerenciamento deve ser realizado por uma pessoa que conheça as necessidades do seu negócio e saiba identificar as oportunidades do varejo virtual. Você mesmo por realizar este controle, ou pode treinar alguém da sua equipe para fazê-lo. Neste ponto é importante analisar como um ERP online pode lhe ajudar. Ele permite enviar os produtos diretamente para anúncio na sua loja virtual, além de receber as vendas diretamente no sistema.

Tudo isso será integrado ao seu controle de estoque, fluxo de caixa, emissão da nota fiscal e controle de expedição dos itens. Ou seja, todo o seu processo integrado em uma única plataforma, trazendo produtividade para o gerenciamento dos dados.

Conheça mais no nosso artigo “Como um ERP pode beneficiar minha loja virtual?clicando aqui.

Concluindo

Montar uma loja virtual requer trabalho, mas pode trazer diversas vantagens para o seu negócio. Ela pode melhorar os resultados da sua empresa ou ser o primeiro passo do seu espírito empreendedor. Por isso, esperamos que as dicas deste artigo sejam úteis no seu dia a dia!

Agora nos conte: você já iniciou o processo de montagem da sua loja virtual? Compartilhe conosco suas experiências e impressões através dos comentários!

Artigos Relacionados