16 de julho de 2019
Modelos de planilhas e conteúdos sobre gestão empresarial

Elabore planos de ação precisos para sua empresa a partir da análise SWOT!

Pensar no negócio e em como ele se situa nos ambientes internos e externos é uma tarefa constante para os gestores de uma empresa. Uma ferramenta que ajuda muito nesse exercício é a análise SWOT. Ela propõe a reflexão sobre os pontos fortes (Strenghts), pontos fracos (Weakness), oportunidades (Opportunities) e ameaças (Threats). A análise SWOT é uma boa forma de pensar constantemente no cenário e nas variáveis internas e externas que influenciam o negócio.

Matriz-Swot

Vejamos uma maneira simples de fazer a análise SWOT da sua empresa sem quatro fases:

1. Diagnóstico

Nesta etapa é importante lançar um olhar objetivo para a situação interna da empresa, determinando pontos fracos e pontos fortes, e para o cenário global, identificando as oportunidades e ameaças. É importante que todas as áreas da empresa sejam consideradas para o diagnóstico: administração, financeiro, recursos humanos, produção, marketing e comercial. É recomendável montar um quadro com essas observações para que elas sejam melhor visualizadas.

Pontos Fortes Pontos Fracos
Oportunidades
Ameaças

2. Formulação de objetivos

Com as informações objetivas detectadas na primeira etapa, a empresa pode definir seus objetivos estratégicos.  Aqui é importante estabelecer metas factíveis, prazos para os resultados e designar os responsáveis pelas ações. É importante que todos os níveis hierárquicos da empresa estejam alinhados aos objetivos.

3. Transformando ameaça em oportunidade

As ameaças, fatores externos que podem eventualmente afetar o desenvolvimento da empresa, não devem ser vistas sempre como má notícia. Os gestores precisam ter sabedoria para transformá-las em um benefício real. Há algumas condições para que a ameaça seja transformada em oportunidade: a empresa tem que ter visão estratégica para avaliar corretamente as ameaças como sendo oportunidades escondidas. A empresa precisa possuir recursos financeiros, materiais e humanos para poder executar as alterações necessárias, como o lançamento de um novo produto, por exemplo. E, por fim, é preciso agir rapidamente porque os concorrentes também podem ter visto a oportunidade.

4. A nova análise SWOT

Como consequência da etapa anterior, a nova análise SWOT substitui o fator ameaça pelo fator tempo, definindo qual é o timing apropriado para efetuar as modificações necessárias nos produtos e serviços. Dessa forma, aconselha-se criar um novo quadro:

Oportunidades a Curto/Médio Prazo Oportunidades a Médio/Longo Prazo
Pontos Fortes
Pontos Fracos

Refletir sobre questões internas e externas, elaborando a análise SWOT, pode ser incrivelmente benéfico para a sua empresa. Coloque suas análises em ação e depois volte aqui para nos contar os resultados!

Show Full Content
Anterior Planilha de Fluxo de Caixa: modelo para baixar GRÁTIS
Próximo Ponto de Equilíbrio: entenda o que é e como calcular

1 thought on “Como fazer uma análise SWOT da sua empresa em 4 passos

Deixe uma resposta

Fechar

Próximo conteúdo

Fechar

Como o VUCA pode ajudar sua empresa em tempos de crise

29 de janeiro de 2016
Fechar